Corinthians repudia criação do Partido Nacional Corinthiano: 'Oportunista'

  • CÉLIO MESSIAS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Clube reforça que não apoiará criação de partido político

    Clube reforça que não apoiará criação de partido político

"Uso oportunista do sentimento corintiano". Esta foi uma das frases divulgadas nesta quinta-feira pelo Corinthians, que se posicionou contra a criação do Partido Nacional Corinthiano (PNC), aprovado pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) há dois dias. O comunicado foi feito através do site oficial do Timão.

Além do estadual, foram aprovados os registros nos órgãos municipais de São Paulo e Ubatuba. Essa é uma das etapas que o partido deve cumprir para obter o registro em âmbito nacional.

Confira a nota oficial emitida pelo Corinthians:

O Sport Club Corinthians Paulista tomou conhecimento da criação do Partido Nacional Corinthiano através da imprensa, e quer esclarecer que o clube não tem envolvimento nenhum com o novo partido político.

O Corinthians, com seus mais de 30 milhões de torcedores, informa que o novo partido não representa as ideias do clube, que não faz distinção de religião, raça e posição política de qualquer espécie. Nossa nação alvinegra é apartidária e todos têm o livre direito para seguir suas ideologias

Através de seu presidente, Roberto de Andrade, o Corinthians repudia o uso oportunista do sentimento corinthiano, que reconhece somente sua bandeira e suas cores, e garante que não haverá apoio aos envolvidos neste partido.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos