Dorival não confirma Lucas Lima e Oliveira e pede paciência à torcida

A expectativa do torcedor santista para conquistar a primeira vitória no Brasileirão neste domingo, diante do Coritiba, na Vila Belmiro, passa pela escalação do meia Lucas Lima e do centroavante Ricardo Oliveira, que voltaram a treinar após se recuperarem de lesão.

Enquanto meia já está treinando desde quarta-feira, o camisa 9 participa do primeiro trabalho com os companheiros nesta sexta, após passar os últimos dias tratando de inflamação no joelho direito. Apesar de irem a campo, o técnico Dorival Júnior ainda não confirma a dupla como titular diante do Coxa.

- Quero ver as atividades primeiro para depois ter uma definição. Até porque agora não estamos mais perto da lesão. Estamos com uma sequência de dia sem os jogadores no treinamento. Ontem (quinta), o Lucas trabalhou. Hoje (sexta), vamos ver o Ricardo Oliveira em ação - disse o treinador, em entrevista coletiva na tarde desta sexta, no CT Rei Pelé.

Caso os dois tenham condições de entrar em campo, será a última partida, ao lado de Gabigol, antes de se apresentarem à Seleção Brasileira para a disputa da Copa América, nos Estados Unidos. Segundo Dorival, a equipe naturalmente irá sofrer sem seus três principais jogadores e pede paciência à torcida no processo de "remontagem" do elenco.

- Vamos passar por um período complicado. O torcedor vai ter que ter paciência. São jogadores importantes deixando a equipe para ir à Seleção Brasileira. As coisas tem que ser bem colocadas ao torcedor. O torcedor vai ter papel importante. Não se remonta um grupo do dia para a noite. Perderemos jogadores por cartões, também. Teremos que ter cuidado - projetou.

Entretanto, o comandante santista se mostra confiante para a sequência do Santos no Brasileirão sem o trio e diz não ter tempo para lamentar as ausências durante a Copa América e, possivelmente, após a janela de transferências para a Europa.

- Estou preocupado e ao mesmo tempo confiante no trabalho para que a gente possa minimizar as perdas do elenco. Minha maior preocupação é recompor a equipe. Não fico chorando ou martirizando. A diretoria sabe o que penso sobre uma grande equipe - explicou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos