Árbitro de Ponte x Palmeiras relata expulsão de Cuca e sinalizadores

O árbitro Leandro Vuaden (RS), registrou na súmula da partida entre Ponte Preta e Palmeiras os motivos que o levaram a expulsar Cuca, treinador palmeirense. Além disso, foram inclusas as paralisações por conta dos sinalizadores na torcida da Macaca.

Segundo Vuaden, a expulsão ocorreu porque Cuca gesticulou "de forma acintosa (dando soco no ar) contra a decisão do árbitro no momento da marcação de falta a favor da equipe da Ponte Preta".

No lance em questão, o palmeirense Tchê Tchê dividiu uma jogada com Thiago Galhardo em movimento faltoso, segundo o árbitro. De acordo com Cuca, seu jogador teria tocado na bola antes de tocar no adversário.

Já na questão dos sinalizadores, Vuaden citou as duas vezes em que a partida precisou ser paralisada por conta da atitude dos torcedores. Veja o que foi relatado pelo árbitro:

"Informo que a partida foi paralisada aos 43 minutos do primeiro tempo devido aos sinalizadores acesos por torcedores da equipe da Ponte Preta que expeliram fumaça branca e preta causando irritação. O mesmo fato se repetiu aos 14 minutos do segundo tempo, sendo que nesta oportunidade não teve fumaça e em ambas as situações houve parada de um minuto. Foi solicitado em ambos os casos auxílio do policiamento para solução do problema"

Para finalizar, Vuaden ainda relatou um atraso para o início da partida causado pela equipe do Palmeiras. O tempo infringido pelo Verdão, no entanto, não foi descrito.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos