Brasileiro revela estratégia para bater Johnson: 'Vai ficar sem saída'

O brasileiro Wilson Reis foi definido pelo UFC como próximo desafiante dos moscas, que tem o campeão mais dominante da organização, o americano Demetrious Johnson. A luta acontece no dia 30 de julho, em Atlanta (EUA) e o atleta garante que está preparado para pressionar Johnson e colocar o jiu-jitsu em prática, arte marcial em que o campeão é faixa-branca.

De olho em tudo que acontece na categoria, o paulista faixa-preta contou, em entrevista exclusiva ao LANCE!, como recebeu a notícia da luta de sua vida, que o surpreendeu, mas nem tanto.

- Eu estava treinando na academia quando meu treinador me deu a notícia. Foi muito emocionante, apesar de eu saber que existia essa possibilidade, pela atual situação da categoria. Fiquei muito feliz... Não estava esperando até marcarem a luta do Benavidez. Depois, só sobrou eu entre os tops, que vinha de vitória. A oportunidade apareceu em um momento perfeito na minha vida, em que me sinto em harmonia com a família, espiritualmente e fisicamente no auge - vibrou o lutador, de 31 anos.

O brasileiro terá uma parada dura pela frente diante do americano, que é o único campeão da história da categoria no UFC e vai para a sua nona defesa de cinturão. A clara superioridade de Demetrious Johnson diante dos atletas do peso-mosca não assusta o brasileiro, que 'confia no seu taco'.

- Levar ele para o chão faz parte da minha estratégia e com certeza ele não vai se sentir confortável. O Demetrious não tem o meu nível de grappling e vou pressioná-lo até ele ficar sem conseguir se defender. Não consigo ver ele me nocauteando, muito menos finalizando. A realidade é que ele nunca lutou contra alguém que o pressionou como vou fazer. Quando isso acontecer, ele vai ficar sem saída - disse Wilson, que mostrou estar com o jogo do americano mapeado.

- Sinceramente não me impressiona muito. A intenção é derrubar e não deixar ele levantar, mas caso ele consiga levantar, trocarei em pé colocando uma sequência de socos ou chutes, para novamente grudar e botar ele para baixo. Estou ligado na joelhada que ele tem, quando alguém tenta entrar em queda, estou treinando essa parte de defesa já sei que ele usa muito bem as joelhadas e cotoveladas no clinche. Já mapeio o jogo dele desde que se tornou campeão, então já venho treinando para ele durante anos - disse, confiante.

Wilson Reis tem 20 vitórias e seis derrotas na carreira e já lutou em três categorias diferentes. Com três vitórias e apenas uma derrota no peso-mosca do UFC, o veterano está confiante de que trará o cinturão para o Brasil.

- Podem esperar um brasileiro com muita vontade, essa é a luta da minha vida, sei que tenho que estar no meu dia e com certeza estarei. Estou tendo a oportunidade de ser o primeiro brasileiro campeão dos moscas e pode ter certeza de que não vou desperdiçar. Estou confiante de que irei vencer e trazer esse cinturão para o Brasil - concluiu.

Número oito no ranking de sua divisão, Wilson Reis vem embalado por vitória na decisão unânime, diante de Dustin Ortiz, em evento realizado em janeiro deste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos