São Paulo defende freguesia no Brasileirão contra algoz em Libertas

Neste domingo, às 16h, o Morumbi receberá o capítulo de 2016 de uma das maiores rivalidades brasileiras neste século. São Paulo e Internacional têm travado disputas em campo e nos bastidores, principalmente nos últimos dez anos, e agora se enfrentam pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro com uma série invicta de cinco partidas para a equipe paulista.

Há uma década, as equipes ainda brigavam pela contratação do até então desconhecido João Miranda quando souberam que seriam adversários na final da Copa Libertadores da América. Os gaúchos acabaram triunfando no torneio - e no Mundial de Clubes, com o troco são-paulino em acirrada disputa para levantar o tetra do Brasileirão e fazer de Miranda um zagueiro badalado.

Três anos mais tarde, em 2009, os times voltaram a brigar pelo topo do Nacional, mas ninguém sorriu: o Flamengo ficou com a taça em arrancada surpreendente. Já em 2010, o Colorado mais uma vez saiu soberano na Libertadores, ao eliminar o Tricolor no Morumbi, na semifinal - foi campeão, mas caiu no Mundial para o Mazembe, do Congo.

Mas se os gaúchos levam vantagem no torneio sul-americano, os paulistas podem exaltar a superioridade no Brasileirão. São seis títulos contra três e, na fase dos pontos corridos (desde 2003), o São Paulo está na liderança com 878 pontos, contra 807 dos gaúchos, os terceiros. No período, foram 11 vitórias tricolores, oito dos colorados e sete empates.

A série invicta que será defendida pelos comandados de Edgardo Bauza na tarde de hoje começou em 2013, depois dos paulistas perderem por 1 a 0 no Morumbi com gol de Leandro Damião. Desde então, foram cinco partidas, com três vitórias são-paulinas e dois empates, sendo dois triunfos e um empate no Morumbi.

Nos bastidores, os clubes já duelaram no ano. Michel Bastos vivia má fase quando Argel Fucks pediu sua contratação publicamente. O diretor-executivo Gustavo Oliveira reclamou, mas precisou se retratar quando soube que o então vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, esqueceu de avisar sobre o contato. A lista ainda tem o caso Oscar, que trocou o Tricolor pelo Inter em 2010 em briga judicial.

Agora, a mais nova briga é no Torcedômetro, ranking de sócios-torcedores do Movimento por um Futebol Melhor. O Inter é o terceiro, com 112.756 sócios, contra 97.372 do São Paulo, o quarto colocado e segundo clube que mais cresce neste ano - foram 16.796 novas adesões.

RECORDISTAS NA LIBERTADORES

São Paulo e Internacional são as grandes forças brasileiras neste século pela Copa Libertadores da América. Enquanto os gaúchos conquistaram dois títulos (2006 e 2010), com duas finais e três semifinais, os tricolores somam uma taça (2005), com duas finais e quatro participações nas semis. Apenas o Santos tem números parecidos, com um título (2011), duas finais e três semifinais na conta. Logo abaixo do Peixe está o Grêmio, arquirrival do Colorado, com três semifinais, uma decisão, mas nenhuma conquista do torneio.

Confira os últimos seis jogos entre São Paulo e Inter:

24/7/2013

São Paulo 0x1 Internacional - Gol: Leandro Damião.

27/10/2013

Internacional 2x3 São Paulo - Gols: Leandro Damião, Jorge Henrique e Aloísio (3).

20/8/2014

Internacional 0x1 São Paulo - Gol: PH Ganso

12/11/2014

São Paulo 1x1 Internacional - Gols: Luis Fabiano e Paulão

31/5/2015

Internacional 0x0 São Paulo

5/9/2015

São Paulo 2x0 Internacional - Gols: Rogério e Michel Bastos

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos