Com Guilherme adiantado, Timão se acerta ofensivamente em série ruim

O Corinthians já não vence há cinco partidas nesta temporada, tendo lamentado empates diante de Osasco Audax (Paulistão), Nacional (URU) (Libertadores, duas vezes) e Grêmio (Brasileirão), além de uma derrota por 3 a 2 em compromisso neste domingo, no Barradão, contra o Vitória, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado negativo, a partida na Bahia foi a que o Timão mais acertou finalizações em toda esta sequência negativa, com oito conclusões certas e seis erradas.

Anteriormente, os números haviam sido os seguintes: uma certa e 15 erradas contra o Grêmio, sete certas e 11 erradas no segundo jogo contra o time uruguaio, nenhuma certa e cinco erradas no país vizinho, também pela Libertadores, e sete certas com 11 erradas na partida que resultou a eliminação no Paulistão. Em resumo, o Corinthians ter passado longe do alvo foi uma das razões para as eliminações no Estadual e no torneio continental e também o mau início no Brasileirão, foco único pelo menos até a segunda quinzena de agosto, ocasião prevista para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Curiosamente, a partida em que o Corinthians mais acertou finalizações nesta sequência ruim da temporada foi a primeira com a aplicação de uma nova postura tática: o 4-2-3-1 nos lances ofensivos, com a tradicional linha de quatro atrás, Bruno Henrique ao lado de Elias, este jogando mais recuado, Marquinhos Gabriel, Guilherme e Giovanni Augusto dividindo funções criativas e André enfiado no ataque. No primeiro tempo, o Timão produziu diversas chances de gol e acertou o pé duas vezes, em chegadas dos laterais Uendel e Fagner. No intervalo da partida no Barradão, Guilherme viu com bons olhos a alteração de seu posicionamento.

- Pelo que temos treinado, nos empenhado e posto a prova, a nova postura está dando certo. Essa aproximação à frente era o que eu precisava, até pelas minhas características, e por isso criei as melhores chances de gol - disse o camisa 10, que ficou fora da equipe três jogos seguidos e retornou justamente contra o Vitória.

Tite concordou com a visão de Guilherme após a partida e dificilmente realizará mudanças para enfrentar a Ponte Preta na próxima quinta-feira, na terceira rodada do Brasileirão. As únicas alterações serão por obrigação: Balbuena e Elias se apresentam para a disputa da Copa América e devem ser substituídos por Vilson e Rodriguinho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos