Soldado do BOPE finaliza e leva tropa à loucura no Shooto Brasil 63

O público presente no Shooto Brasil 63, realizado na noite deste domingo (22), no Clube Hebraica Rio, na Zona Sul do Rio de Janeiro, foi presentado com um grande espetáculo. Entre nocautes e finalizações marcantes, Felipe Froes foi o destaque ao vencer Marcos Imperador por decisão unânime na luta principal da noite pela divisão dos penas (até 65,7kg).

O combate principal do Shooto Brasil 63 marcaria a segunda defesa do título peso-pena de Felipe Froes. Mas seu adversário, Marcos Imperador, não bateu o peso de 65,7kg, limite da divisão em duelos valendo título, forçando a organização a abrir mão da disputa pelo cinturão. Mesmo sem o título em jogo, Froes mostrou porque é o campeão e dominou Imperador durante os três rounds, mostrando um grande arsenal de golpes em pé e muita técnica no chão. No final dos quinze minutos foi declarado vencedor por decisão unânime em um triplo 30 a 27.

Na co-luta mais importante, Mario Soldado, da Nova União, venceu o duelo de academias vizinhas e nocauteou Sergio Curva, da RFT, em combate peso-meio-médio (até 77,1kg).

Outros destaques da noite ficaram por conta de Antonio Carlos Buiu e Rafael Bernardo. O primeiro surpreendeu o ex-TUF Brasil 4, Nikolas Motta, e nocauteou o mineiro no primeiro round após um belo cruzado que levou Motta à lona.

Já Rafael protagonizou o momento mais emocionante da noite. Soldado do Bope, o atleta da Nova União contou com a torcida de cerca de 20 policiais da corporação, que, fardados, o apoiaram desde o momento de sua entrada. A vitória veio por finalização no segundo round, com um belo mata-leão, para loucura da tropa, que invadiu o cage para comemorar com o lutador.

Companheiro de Rafael na Nova União, o faixa-preta de jiu-jitsu Pedro Falcão não teve problemas para superar Mario da Costa por decisão unânime dos juízes após uma atuação segura. Ian Teixeira foi outro ponto alto da noite, ao derrotar a promessa Jhonata Silva por decisão dividida.

Confira abaixo os resultados completos do Shooto Brasil 63:

Felipe Froes venceu Marcos Imperador por decisão unânime dos juízes laterais

Mario Soldado venceu Sergio Curva por nocaute técnico aos 3min e 09s do R2

Antonio Buiu venceu Nikolas Motta por nocaute técnico a 1min e 08s do R1

Pedro Falcão venceu Mario da Costa por decisão unânime dos juízes laterais

Rafael Bernardo finalizou Jetrons Amaral aos 3min e 47s do R1

Yan Teixeira venceu Jhonata Silva por decisão dividida dos juízes laterais

Iago Lopes venceu Romulo Tinetti por decisão unânime dos juízes laterais

Edilson Santos bateu Jefferson Trator por nocaute técnico aos 3min e 24s do R2

Alexandre Junior venceu Wesley por nocaute técnico aos 2min e 54s do R2

Gabriel Mana finalizou Iron Man com uma chave de calcanhar aos 48s do R1

Breno Brigido finalizou Luiz Carlos Karate aos 2min e 21s do R1

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos