Bandeira divulga comunicado sobre desistência de chefiar a Seleção

O presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Melo divulgou nesta terça-feira um comunicado no qual fala sobre a sua decisão de pedir dispensa da chefia da delegação da Seleção Brasileira na Copa América-2016.

No documento, o mandatário do Rubro-Negro ratifica que a situação conturbada do clube o fez decidir permanecer no Brasil, mas que estará presente pelo menos no jogo de estreia da Seleção, que ocorrerá no dia 4, no Rose Bowl, na Califórnia.

"Quando aceitei o convite da CBF para chefiar a delegação da Seleção Brasileira nos Estados Unidos, o Flamengo vivia um momento bem menos conturbado do que o atual. Logo, em função da necessidade de reencontramos o caminho dos resultados positivos no futebol, seguirei próximo ao clube, assim como tenho feito desde que assumi a presidência em 2013. Em respeito à Seleção, comparecerei ao jogo de estreia na Copa América diante do Equador, dia 4".

Com a confirmação da dispensa, Bandeira será substituído pelo vice-presidente da entidade, Coronel Nunes, que embarcará para os Estados Unidos nos próximos dias.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos