Nenê puxa o Trem Bala do Vasco e garante vitória sobre o Vila Nova

Nenê. De ferro, de sangue, de estrela, de craque, de ídolo. O camisa 10 do Vasco se consagra cada vez mais e na noite desta terça-feira, diante do Vila Nova, comprovou mais uma vez a sua qualidade impecável ao fazer os dois gols da vitória vascaína, reassumindo a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro e a épica sequência de 30 jogos de invencibilidade.

Foi a primeira partida do Vasco sem Martin Silva, no meio de uma sequência de ao menos sete jogos fora por estar com o Uruguai na Copa América. A titularidade no gol foi dada a Jordi, que apesar de ter menos técnica, não comprometeu e ainda quase abriu o placar aos cinco minutos em reposição forte.

Jorginho errou em voltar com Madson na lateral direita com ele não estando 100%, depois de ser desfalque em dois jogos por uma lesão no adutor da coxa esquerda. Voltou a sentir o problema, sendo substituído aos 22, mas até isso não ocorrer deixou espaço, com o Vila Nova chegando com perigo dez minutos antes nos pés de Robston.

Eder Luis acabou entrando e deu nova cara ao Vasco. Aos 31 e 33 minutos, a equipe carioca conseguiu distribuir bem a bola e ficou perto do gol. Primeiro com Jorge Henrique achando o próprio Eder Luis em velocidade, com a zaga do Vila Nova salvando, e depois Julio Cesar arriscando cruzado em passe de Nenê para excelente defesa de Edson.

Na volta para o segundo tempo, o Vasco ganhou mais força ofensiva e Nenê assumiu a responsabilidade e fez o que quis. Aos 25, foi derrubado na grande área por Jefferson Feijão e o árbitro marcou o pênalti - com razão. Cobrou dois minutos depois e estufou as redes. Ressurgiu com o "Trem Bala da Colina" na comemoração, levando o torcedor ao delírio.

E Nenê, aos 34 anos e com fôlego a mil, não parou por aí. Aos 34 minutos, o camisa 10 cobrou falta com perfeição no ângulo do Vila Nova para garantir o segundo gol do Vasco, o quinto dele em três jogos na Série B. Espetacular! Sábado seguirá decidindo, desta vez diante do Bahia.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA 0 X 2 VASCO

Estádio: Mané Garrincha, em Brasília (DF)

Data/hora: 24/5/2016 - 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Marcelo Aparecido R de Souza (SP)

Auxiliares: Alberto Poletto Masseira (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP)

Renda/público: Não disponíveis

Cartões amarelos: Anderson, Marcelo Cordeiro, Robston (VIL) e Rodrigo, Nenê (VAS)

Cartões vermelhos: Jean Carlos (após apito final - Vila Nova) e Diguinho (após apito final - Vasco)

GOLS: Nenê 27'/2ºT (0-1) e Nenê 34'/2ºT (0-2)

VILA NOVA: Edson, Jefferson Feijão, Vinicius Simon, Anderson e Marcelo Cordeiro; Magno Silva (Vinicius Hess 9'/2ºT), Robston, Jean Carlos, Fabinho e Roger (Frontini 32'/2ºT); Vandinho (Leandrinho 30'/2ºT). Técnico: Rogério Mancini.

VASCO: Jordi, Madson (Eder Luis 22'/1ºT), Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Julio dos Santos (Diguinho intervalo), Marcelo Mattos, Yago Pikachu e Nenê; Jorge Henrique e Thalles (Evander 23'/2ºT). Técnico: Jorginho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos