R. Oliveira trabalha em dois períodos, mas tempo de recuperação é incerto

  • Samir Carvalho/UOL Esporte

O período de recuperação de Ricardo Oliveira é incerto no Santos. Cortado da Seleção Brasileira para a disputa da Copa América na última sexta-feira, o atacante continua sua recuperação no CT Rei Pelé.

A imprecisão em seu retorno aos gramados se deve à limitação nos movimentos do joelho direito, no qual sofreu um estiramento. Apesar da dor já ter diminuído em relação à semana da final do Campeonato Paulista, quando a intensidade era ainda maior, a movimentação dependerá de sessões de fisioterapia e, obviamente, de mais tempo.

O camisa 9 tem passado manhãs e tardes no CT Rei Pelé para intensificar a recuperação. De acordo com o departamento médico, Ricardo Oliveira pode voltar a atuar pelo Santos tanto dentro de dias como em algumas semanas ou meses.

Antes de ter seu corte anunciado pelo CBF, o atacante de 36 anos conversou com o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, e afirmou que preferia se tratar para ficar totalmente recuperado, do que ir aos Estados Unidos e tirar o lugar de outro jogador. No caso, Jonas, do Benfica (POR), foi anunciado em sua vaga.

Apesar da incerteza, a comissão técnica do Santos conta com Ricardo Oliveira ainda para o início do Brasileirão, pois acredita que ele terá condição de jogo. Em breve comparação, o centroavante está em melhores condições no momento do que quando jogou a final do Paulista contra o Audax. O objetivo principal é que ele retorne ao campo em plenas condições.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos