Colchonero desde criancinha, Torres garante: 'É jogo da minha vida'

Cria do Atlético de Madrid, o atacante Fernando Torres já era ídolo desde a sua primeira passagem, foi jogar na Inglaterra e na Itália, e retornou ao clube do coração. Depois de um início complicado de temporada, "El Niño" se firmou, vive grande fase, e pode chegar ao ápice da carreira, segundo ele próprio, neste sábado, na final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid. Isso vindo de alguém que já levou o torneio, além da Eurocopa e da Copa do Mundo pela Espanha.

- É a partida mais importante, especial e bonita da minha carreira. Qualquer coisa que eu possa ganhar pelo clube em que eu sou torcedor desde pequeno, para mim será diferente. Ganhei coisas com o Chelsea e com a seleção, mas isto é diferente - disse Torres em entrevista coletiva concedida em Milão:

- Tenho a oportunidade de realizar um sonho. É certo dizer que isso é ainda mais do que sonhei quando era criança. Simeone me deu a oportunidade de lutar, tive que brigar para ser um jogador importante. É a partida da minha vida, sem dúvida.

Torres falou ainda sobre a utilização das categorias de base. Além dele, três dos principais jogadores do time vêm das camadas jovens do Atlético de Madrid, e ele valorizou bastante a presença da cria da casa no time que pode conquistar o título inédito. Além dele próprio, Gabi, Koke e Saúl Ñíguez chegaram crianças ao clube.

- Não há um único caminho de alcançar os objetivo, vivemos com as nossas armas, valores, é importante transmitir esses valores. O significado de jogar para esta equipe é o que mais gosto neste grupo. É importante ver Koke Saúl, eram crianças quando estávamos no time principal, é bonito. O mais importante vem do treinador e dos valores do clube, que os jogadores são peças que estão servindo ao fundamental, que é a equipe - conclui Torres.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos