Santos corre para pagar dívida por Zeca, que vê seu 'futuro em aberto'

Não é só com Lucas Lima e Gabigol que o Santos chama a atenção dos estrangeiros. Na janela de transferências para a Europa, que abre em junho, o lateral-esquerdo Zeca também deve ser alvo de ofertas. E é por isso que o Santos tem pressa para quitar uma dívida antiga.

No passado, o Peixe tinha apenas 20% dos direitos do jovem de 22 anos. Com o garoto em ascensão, o clube comprou mais 50% dos direitos econômicos por R$ 700 mil, mas até agora só quitou R$ 100 mil do montante. Na semana passada, o clube prometeu a seus empresários, que detém a totalidade do percentual, que irá pagar a dívida dentro de 40 dias.

A diretoria santista teme que, caso não quite a dívida, os representantes de Zeca possam recorrer de volta os direitos vendidos ao clube em uma possível venda do jogador, o que poderia acarretar em um prejuízo ao Alvinegro.

Recentemente, o Atlético de Madrid (ESP) sinalizou que vai oferecer, por meio de um investidor, 8 milhões de euros (R$32,7 mi). O Peixe tenta elevar a proposta para 10 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões).

Questionado sobre o interesse Europeu às vésperas da abertura da janela de transferências, o lateral não descartou uma eventual saída, mas afirma que está com a cabeça no Santos.

- Estou focado no Santos, esse campeonato é muito importante. O Lucas Lima, o Gabriel estão na Seleção, com visibilidade maior. Estou focado no Santos e o que tiver, meus empresários e o Santos vão resolver - disse o camisa 37 na quinta-feira.

Quando o técnico Dorival Júnior assumiu o time na metade de 2015, Zeca passou a ser titular e não deixou a equipe. Desde quando foi promovido ao profissional, em 2014, o ala fez 74 partidas e um gol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos