Em festa pelo título da Champions, CR7 fala em ficar por mais dez anos

A festa do Real Madrid não ficou restrita apenas ao desfile em carro aberto dos jogadores nas ruas da capital espanhola na manhã deste domingo. À noite, o clube retomou as comemorações oficiais pela conquista da 11ª Liga dos Campeões após bater o Atlético de Madrid nos pênaltis e se reuniu na sede da prefeitura, na Puerta del Sol, às 20h30 (hora local) e terminou no Santiago Bernabéu, onde os jogadores subiram em um palco e assumiram o microfone para agradecer aos torcedores.

Cristiano Ronaldo era um dos mais empolgados. O português comemorou muito a sua terceira Liga dos Campeões - ganhou uma pelo Manchester United, em 2008. No calor do momento, o gajo disse que deseja permanecer no clube por mais dez anos.

- Me sinto muito sortudo. Eu quero jogar até os 41 anos no Real Madrid, o melhor clube do mundo

Quem também chamou a atenção foi o lateral Arbeloa. Na festa oficial do título, diante dos torcedores no Santiago Bernabéu, o camisa 17 entrou em campo com outro número às costas: o 21, que era de Denis Cheryshev no início da temporada.

A homenagem do lateral é interessante, uma vez que Chesyshev acabou sendo o responsável pela eliminação do Real Madrid na Copa do Rei. Ele atuou na primeira rodada da competição, diante do Cádiz, de forma irregular, por estar suspendo devido a um cartão amarelo recebido na temporada passada, quando ainda atuava pelo Villarreal. O erro acabou tirando os Merengues do torneio.

O jogador acabou emprestado ao Valencia no meio da temporada, pois ficou sem 'clima' para continuar no clube da capital. Nas semifinais da Copa do Rei, Cheryshev foi aplaudido de forma irônica pela torcida do Barcelona no Camp Nou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos