Itália vai à Eurocopa sem Pirlo e com dois brasileiros

O técnico Antonio Conte anunciou nesta terça-feira a convocação oficial da seleção italiana para a Eurocopa, disputada a partir do próximo mês, na França. A ausência mais notada é do meia Pirlo, do New York City, dos Estados Unidos. Em contrapartida, o goleiro Buffon, outro símbolo da Azurra, está confirmado.

Conte relacionou três brasileiros naturalizados italianos na pré-lista e acabou levando dois: o volante Thiago Motta, do Paris Saint-Germain, e o atacante Éder, da Inter de Milão. O volante Jorginho, do Napoli, foi preterido, assim como Astori (Fiorentina) e Bonaventura (Milan). Zappacosta (Torino), Rugani (Juventus) e Benassi (Torino) ficaram em uma lista de espera, em caso de lesões.

Na convocação, a Juventus é o clube com mais representantes, com seis jogadores.

A Eurocopa será o último trabalho de Conte pela seleção tetracampeã mundial. Após o torneio, o técnico assumirá o Chelsea. A Itália está no Grupo E ao lado de Bélgica, Irlanda e Suécia.

Confira quem foi chamado na Azzurra:

Goleiros: Buffon (Juventus), Marchetti (Lazio) e Sirigu (Paris Saint-Germain)

Defensores: Barzagli (Juventus), Bonucci (Juventus), Chiellini (Juventus), Ogbonna (West Ham), Darmian (Manchester United) e De Sciglio (Milan)

Meio-campistas: Bernardeschi (Fiorentina), Florenzi (Roma), Candreva (Lazio), De Rossi (Napoli), Montolivo (Milan), Thiago Motta (PSG), Parolo (Lazio) e Sturaro (Juventus)

Atacantes: Éder (Internazionale), Immobile (Torino), Insigne (Napoli), Pellè (Southampton), Zaza (Juventus) e El-Shaarawy (Roma)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos