Veloz, Ponte Preta vence fora e empurra América-MG para lanterna

Ao menos por alguns dias, a Ponte Preta soube correr em grande estilo da zona de rebaixamento do Brasileirão. Com velocidade especialmente pelos lados e em contra-ataques, a equipe de Eduardo Baptista ignorou o fato de jogar no Independência e bateu o América-MG por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, pela quinta rodada da competição nacional. Felipe Azevedo e Clayson marcaram os gols da Macaca, enquanto Danilo Barcelos descontou para o Coelho, que se afundou na lanterna.

MAIS VELOZ, MACACA SAI EM VANTAGEM EM ETAPA COM TRÊS GOLS

Apostando especialmente nas jogadas pelos lados, a Ponte Preta não demorou a sair na frente diante de um confuso América-MG. Clayson serviu Felipe Azevedo na esquerda e o meia, com tranquilidade, bateu colocado da entrada da área e estufou a rede aos cinco minutos.

Em seguida, Roger teve a chance de ampliar, mas se atrapalhou ao concluir e foi travado por na área por João Ricardo. Os donos da casa tentavam ir à frente, mas erravam demais, especialmente no setor defensivo. O castigo veio aos 18 minutos: Felipe Azevedo fez belo lançamento para Clayson marcar o segundo da Macaca.

A vantagem fez a equipe de Eduardo Baptista se postar mais recuada, mas, aos 24 minutos, viu um erro de marcação custar caro. Aos 24 minutos, Hélder recebeu livre na direita e cruzou, para Danilo superar Jeferson e concluir rasteiro para o gol.

A mudança no placar tornou a partida mais aberta, e rendeu momentos de emoção para os dois lados. Roger, mais uma vez, recebeu livre na área, mas concluiu rente à trave. Nos acréscimos, o América-MG respondeu, em cruzamento rasteiro de Hélder que cruzou a meta até caprichosamente ir para fora.

COELHO PRESSIONA, MAS MACACA SE IMPÕE E LEVA A MELHOR

O América-MG voltou do intervalo com o atacante Tiago Luís, e o meia Eduardo. As mudanças levaram à frente a equipe (que era comandada no Independência por Cláudio Prates), e logo a um minuto, Eduardo entrou a área e encheu o pé, mas esbarrou em defesa de João Carlos.

Em seguida, o Coelho pediu pênalti após choque de Eduardo com João Carlos, mas o árbitro mandou seguir, e o goleiro salvou finalizações de Eduardo e Tiago Luís. Aos poucos, a Macaca voltou a assustar em contra-ataques, com finalizações de Nino Paraíba, Fábio Ferreira e Wellington Paulista.

Com dificuldades para superar na forte marcação da Ponte Preta, o América-MG só voltou a engatar uma pressão na reta final, mas viu uma cabeçada de Sueliton ser salva com precisão por Jeferson. Mas a Macaca soube se impor no Independência e, mesmo desperdiçando sucessivas chances com Roger e vendo Nino Paraíba furar na tentativa de concluir passe de Clayson, levou a melhor. O drama ficou no Independência, com direito a vaias da torcida americana.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO BRASILEIRO

AMÉRICA-MG 1x2 PONTE PRETA

Data: 02-06-16

Estádio: Independência, em Belo Horizonte

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)

Assistentes: Eduardo Souza Couto (RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ)

Cartões amarelos: Fábio Ferreira, Jeferson, Roger (PON)

Gols: Felipe Azevedo, 5/1º T(0-1), Clayson, 18/1º T(0-2), Danilo, 24/1º T(1-2)

AMÉRICA-MG: João Ricardo, Sueliton, Alison e Artur (Tiago Luís, intervalo); Hélder, Claudinei, Leandro Guerreiro, Xavier (Eduardo, intervalo) e Alan Mineiro (Matheusinho, 36/2º T); Danilo Barcelos e Rafael Bastos. Técnico: Cláudio Prates

PONTE PRETA: João Carlos; Jeferson, Fábio Ferreira, Kadu e Reinaldo; João Vitor, Renê Júnior (Matheus Jesus, 15/2º T), Felipe Azevedo (Nino Paraíba, intervalo) e Cristian (Wellington Paulista 25'/2º T); Clayson e Roger. Técnico: Eduardo Baptista

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos