Gabriel Jesus lamenta ausência na Copa América: 'Fiquei bem chateado'

Gabriel Jesus começou a semana com a expectativa de ser convocado por Dunga para a Copa América, mas acabou frustrado. Sem a vaga na Seleção Brasileira apesar dos cortes por lesão, o atacante de 19 anos de idade do Palmeiras não escondeu sua tristeza e diz ter passado por dias complicados.

- Foi uma semana bem conturbada. Não vou mentir, fiquei bem chateado, me deu um baque. É difícil. A gente trabalha firme e forte e por causa de um visto não realizei um sonho de criança, que é vestir a camisa da Seleção principal - lamentou o garoto.

- Por outro lado eu me mantive firme, minha família me ajudou bastante, meus representantes. Sou feliz por ter uma equipe boa ao meu lado. Meus companheiros conversaram muito comigo, o professor Cuca. É difícil, ainda mais pra mim, que sou garoto. Trabalhei forte para que eu não me abatesse - acrescentou o camisa 33.

Quando Douglas Costa se lesionou, o nome de Gabriel já havia sido cogitado. Dunga deixou claro que a escolha de Kaká para substituir o atacante do Bayern (ALE) foi técnica, mas criticou o fato de alguns jogadores que estavam na pré-lista de 40 nomes não terem condições de viajarem. Um desses atletas era justamente o palmeirense, que estava sem visto.

Após a declaração e com a iminência de Rafinha também ser cortado, o Palmeiras ajudou o camisa 33 a tirar o documento. Ainda assim, Lucas, do Paris Saint-Germain (FRA), acabou sendo o escolhido para o outro posto na Copa América. Desde então, Cuca tem tomado cuidado para não deixá-lo desanimar.

Ao menos na quinta, Jesus, de fato, não se abateu. Autor do primeiro gol do Verdão na eletrizante vitória por 4 a 3 sobre o Grêmio, o jovem teve outras duas boas chances para marcar. Em 24 partidas no ano, Gabriel já balançou as redes 12 vezes - em 2015, foram sete gols em 37 jogos. O desempenho tão bom deve, inclusive, fazê-lo bater em breve a sua meta de gols para o ano.

- No ano passado eu fiz sete gols o ano inteiro. Para esse ano eu coloquei uma meta de 15. Tudo indica que eu vou bater. São poucos gols, mas é meu segundo ano de profissional. Tomara que sejam mais - completou o atleta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos