'Brasil segue desconjuntado, mas vem cometendo erros de time amador'

A Seleção Brasileira fez uma estreia fraca na Copa América Centenário e foi anulada em diversos momentos. O Brasil continua não tendo uma equipe, e sim um grupo todo desconjuntado.

O que se viu foi um meio frágil, presa fácil para o Equador, uma defesa confusa, insegura e um ataque sem criatividade. Houve cada erro de passe que, por vezes, achava que se tratava de um time amador, e não de uma seleção. Queria ter visto o Lucas Lima em campo, e não foi dada chance.

Há grande chance de conseguir uma goleada sobre o Haiti, o adversário mais frágil da fase de grupos da Seleção Brasileira na Copa América, mas é preciso reconhecer a inferioridade canarinho em relação ao Equador. E a derrota não veio porque a arbitragem errou ao anular um gol legítimo dos equatorianos, em um frango cinematográfico de Alisson.

*João Carlos Assumpção é colunista do LANCE!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos