Julgado por doping nesta segunda, Yago pode voltar ao Timão no Dérbi

O Corinthians espera ter uma novidade à disposição do técnico Tite no clássico do próximo domingo, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. Fora da equipe há cinco partidas, o zagueiro Yago será julgado pelo flagra no exame antidoping nesta segunda-feira, às 16h, na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), e a expectativa nutrida pelos departamentos jurídico e médico, comissão técnica e pelo próximo jogador do Timão é de absolvição. Caso isso ocorra, o camisa 3 já fica à disposição para a sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Yago foi detectado por uso de substância proibida no clássico contra o Santos, pelo Campeonato Paulista. O Corinthians só divulgou a informação mais de um mês depois, quando a equipe foi eliminada da competição após empatar em 2 a 2 com o Osasco Audax. O zagueiro ainda atuou mais três vezes antes do TJD-SP decretar suspensão preventiva por 30 dias até o julgamento do caso, previamente marcado para a última segunda-feira, dia 30, e adiado para o dia 6 em razão de um pedido do relator do processo.

A defesa do Corinthians se baseia no fato de que a substância betametasona, que faz parte de um medicamento de ação anti-inflamatória para combater dores no joelho que foi aplicado em Yago, é proibida pelo Regulamento de Controle de Dopagem da CBF e pela Wada (Agência Mundial de Dopagem), mas apenas por via oral, intramuscular, intravenosa ou retal. No caso de Yago, a medicação foi administrada de forma intra-articular, método permitido pela Wada.

O Timão admitiu ter receitado o medicamento a Yago, e disse que assumirá toda a responsabilidade caso o TJD não tenha a mesma interpretação. Casos recentes de uso da mesma substância, porém, indicam tendência de absolvição do zagueiro.

Desta forma, caso volte a ficar à disposição de Tite, Yago deve assumir a titularidade ao lado de Felipe contra o Palmeiras. Balbuena, que herdou sua posição, precisou se afastar para defender a seleção do Paraguai na Copa América e Vilson trata um edema na coxa direita. Neste sábado, diante do Coritiba, por exemplo, o garoto Pedro Henrique, de 20 anos, disputou seu primeiro jogo como profissional do Corinthians, e Léo Santos, de só 17, esteve no banco de reservas como opção.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos