Marinho faz a diferença e Vitória ao derruba o ex-líder Internacional

O Vitória derrotou o Internacional por 1 a 0, neste domingo, no Barradão em Salvador, tirando a invencibilidade do time gaúcho, que também perdeu a liderança da Série A do Brasileiro, caindo para o terceiro lugar. Todo o crédito do triunfo dos Rubro-Negros tem de ir para o atacante Marinho. Além de belíssimo gol, o atacante puxou todas as jogadas perigosas do seu time e só foi parado na pancada, a ponto de ter sido por causas de faltas cometidas no camisa 7 que Paulão, Artur, Fernando Bob e Jair levaram amarelo.

E Marinho ainda protagonizou uma situação curiosa. Antes do jogo, o atacante - que desfalcou o Vitória nas últimas duas rodadas por causa de dores musculares - chorou e chegou a ficar um pouco tonto no aquecimento. O motivo foi a sua emoção ao falar do nascimento da primeira filha, Alícia, que nasceu na sexta-feira passada.

Com o resultado, o Vitória - que teve seu treinador Vagner Mancini completando um ano no comando e ganhando até um bolo do presidente - subiu para oito pontos, se afastando da zona de rebaixamento.

O Colorado tem os mesmos 13 pontos dos líderes Corinthians e do Grêmio, mas está atrás dos dois rivais pelo saldo de gols. E segue em jejum contra o Vitória quando joga em Salvador. Desde 2003 que os gaúchos não saem da Bahia com os três pontos. Neste período são cinco derrotas e um empate.

O JOGO

O duelo ainda estava frio quando o Vitória chegou ao gol graças a um vacilo de Ernando aos três minutos. O zagueiro do Internacional quando foi pressionado por Kieza, atrasou a bola no fogo para o goleiro Danilo Fernandes. Kieza chegou junto e o camisa 1 do Colorado precisou ir para a dividida com o atacante. Na sobra, Marinho, de fora da área, tocou com categoria, por cobertura, abrindo o placar para o time baiano.

Com um esquema 4-3-3, a tendência era o Vitória seguir buscando o ataque. Só que o time recuou. Como o único meia, Flávio, estava apagado, Dagoberto voltou para buscar o jogo e o Vitória passou a trabalhar no contra-ataque, na velocidade de Kieza e, principalmente de Marinho, que levava vantagem sobre os marcadores e só era parado na falta. Foi assim que o atacante amarelou três rivais no primeiro tempo: Paulão, Anselmo (ambos suspenso do próximo jogo do Inter) e Fernando Bob. Animado, o time baiano por muito pouco não ampliou. Flávio, em sua melhor jogada, cruzou para Dagoberto finalizar na trave.

O Internacional, mesmo arrancando os cabelos para parar Marinho, também tinha um bom volume de jogo. Mas pecou nos arremates e só foi ter duas chances claras no fim do primeiro tempo com Eduardo Sasha. Na primeira ele recebeu pela direita e chutou cruzado para boa defesa de Fernando Miguel. Depois, aos 45, lamentou uma chance de ouro. Após um chutão de Andrigo o goleiro Fernando Miguel saiu da área para rechaçar. Mas o arqueiro do time baiano furou espetacularmente. Sasha, que estava na corrida, mas não esperava o erro do goleiro, tentou um voleio sem jeito. A bola foi fora.

O Internacional voltou do intervalo com Jair no lugar de Anselmo para tentar anular as investidas de Marinho. Só que, aos dez minutos, depois de dar um lençol sensacional em Vitinho, Marinho foi parado na pancada por Jair. O resultado: amarelo para ele.

O Inter não estava bem. Mas, aos 15, quase conseguiu o empate quando o lateral-direito William apareceu livre na área e recebeu um passe açucarado. Felizmente para o Vitória, o goleiro Fernando Miguel chegou para abafar.

O susto deixou o Vitória ainda mais recuado. E passando a abusar das faltas. Isso deixou a partida truncada, feia. Nos minutos finais, com Alex e Aylon em campo para dar maior força ofensiva, o Colorado teve tudo para empatar. Primeiro em chute de fora da área de Alex que Fernando Miguel defendeu batendo roupa. Depois, nos acréscimos, quando Alex levantou uma bola que, após bate-rebate, sobrou para Aylon, na pequiena área e com o goleiro batido, pegar mal e mandar para fora. Era um gol feito.

Aos 50, Marinho, sempre ele, puxou contra-ataque e deu de bandeja para Kieza chutar e Paulão salvar na linha. Foi o último lance do jogo.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 X 0 INTERNACIONAL

Série A do Brasileiro - 6ª rodada

DATA E HORA - 5/6/2015 - 16h (de Brasília)

LOCAL: Barradão, Salvador (BA)

ÁRBITRO: Thiago Duarte Peixoto (SP)

AUXILIARES: Emerson Augusto de Carvalho e Anderson Coelho (ambos de São Paulo)

CARTÕES AMARELOS: Willian Farias (VIT), Paulão, Fernando Bob ,Anselmo , Jair, Sasha, Ferrareis e Artur (INT)

GOL: Marinho, 3'/1ºT (1-0)

RENDA E PÚBLICO: R$ 127.250,00/ 8.924 pagantes

VITÓRIA: Fernando Miguel; Norberto (Maicon Silva, 23'/2°T), Vitor Ramos, Ramon e Euller (Kanu, 33'/2ºT); Amaral, William Farias e Flávio; Dagoberto (Leandro Domingues, 32'/2ºT), Marinho e Kieza. TECNICO: Vagner Mancini

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Anselmo (Jair, intervalo), Gstavo Ferrareis e Andrigo (Alex, 32'/2ºT); Eduardo Sasha e Vitinho (Alex, 32'/2ºT). TÉCNICO: Argel

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos