Sem forçar, Justin Gatlin 'sobra' nos 100m em desafio no Rio de Janeiro

Campeão olímpico nos Jogos de Atenas-2004, na última edição do evento antes da era Usain Bolt, o americano Justin Gatlin se divertiu em sua visita ao Rio de Janeiro para a disputa do Desafio Mano a Mano. Com a pista molhada por causa da chuva e sem forçar, o astro venceu a prova dos 100m com 10s19 neste domingo, na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. A marca está longe dos melhores desempenhos do astro no ano.

Em junho, Gatlin correu em 9s93 na etapa de Roma (ITA) da Liga Diamante, seu melhor resultado oficial na temporada. Em maio, anotou tempo ainda mais rápido, um 9s88 na etapa de Eugene (EUA) da competição. A marca, no entanto, não foi homologada porque o vento estava acima do permitido.

O segundo mais rápido no Rio foi Richard Thompson, de Trinindad e Tobago, com 10s29, seguido pelo brasileiro Vítor Hugo dos Santos (10s42) e José Carlos Moreira, o Codó (10s60).

No feminino, a brasileira Rosângela Santos cravou 11s23 e deixou para trás a americana Carmelita Jeter, ouro em Londres-2012 no 4x100m, pela segunda vez na competição. Em 2014, ela havia levado a melhor sobre a rival, mas na época com 11s33. Em terceiro, ficou a brasileira Kauiza Vênancio (11s64). A americana Cleo Van Buren foi a última (11s65).

A disputa paralímpica foi vencida pelo sul-africano Arnu Fourie, com 11s18, à frente do grego Micheil Seitis, em segundo (11s28), e do brasileiro Alan Fonteles (12s04). Mas quem levou a pior mesmo foi o americano Richard Browne

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos