Hendo cogita seguir trabalhando com o UFC mesmo após aposentadoria

O UFC 199, realizado no último dia 4 de junho, foi recheado de grandes resultados. Além das disputas de cinturão dos médios e dos galos, que consagraram Michael Bisping e Dominick Cruz, o evento contou com a possível luta de despedida da carreira de Dan Henderson. Mas, independente do fato de se aposentar ou não, o veterano garante que quer continuar trabalhando junto ao Ultimate.

Aos 45 anos, Hendo nocauteou Hector Lombard de forma espetacular. O americano apagou o rival no segundo round com uma sequência de chute na cabeça e cotovelada. Apesar do resultado, o lutador revela considerar, de fato, a aposentadoria.

- É a primeira vez que meus filhos menores vêm a uma luta. Foi uma noite emocionante. Principalmente por talvez ser minha última luta, e foi ótimo ter todos aqui. Eu preciso de um trabalho, e eu quero estar no MMA, adoraria estar envolvido no UFC, representá-los no MMA, e ajudar o esporte a crescer como tem crescido nos últimos 20 anos, desde que comecei - avaliou o atleta.

Se optar por se aposentar do MMA após a vitória contra Hector Lombard no UFC 199, Dan Henderson deixa um cartel de 32 vitórias e 14 derrotas em sua trajetória no esporte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos