Lembre contratações que viraram 'mico' para clubes brasileiros

Na última segunda-feira, o goleiro Renan deixou o Corinthians sem quase atuar pelo clube. Na realidade, foram cinco partidas oficiais, muito pouco para um jogador que custou R$ 5 milhões aos cofres e era considerado uma das promessas para a posição no Brasil.

O caso remete a outras tantas contratações nas décadas mais recentes do futebol nacional que acabaram como 'mico'. Houve casos como o de Renato Gaúcho, que chegou a ser apresentado pelo São Paulo em 97 e nem assinou contrato ou o de Jardel no Palmeiras, que treinou, mas não jogou. Damião, no Santos, e Pato, no Corinthians, foram os mais célebres casos recentes de atletas contratados com alto investimento que só deram dor de cabeça. Confira na galeria acima!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos