Palmeirenses criam campanha contra filme no Allianz Parque

A torcida do Palmeiras promete protestar no dia 22, em frente ao Allianz Parque, quando a arena receberá o lançamento do filme "Independence Day: O Ressurgimento". Por conta do evento, o Verdão terá de jogar fora de sua arena contra o América-MG.

Além de criarem um evento no Facebook para reclamar da decisão da construtora e armar o protesto, os torcedores têm usado no Twitter a hashtag #NãoVaiTerFilme. Apesar da pressão dos palmeirenses pelo cancelamento, a WTorre informou que a sessão para 5 mil pessoas está mantida para o anfiteatro da arena, às 19h, dia 22. Às 21h do mesmo dia, o Verdão recebe o América-MG, provavelmente no Pacaembu.

A construtora da arena tem a preferência das datas no local, embora diga que a intenção é armar um calendário que não prejudique o Palmeiras, com o qual vive longa disputa na corte arbitral.

Por contrato, em casos como este, em que o Palmeiras precisa jogar fora de casa, a WTorre deve pagar uma multa: 50% da renda bruta da partida fora de casa, além dos 20% do aluguel do Allianz para eventos. O problema é que a construtora não tem feito este repasse sob o argumento de que o Verdão também não paga valores considerados de manutenção da arena. O caso também está na arbitragem.

Neste Brasileiro, o Palmeiras já enfrentou o Grêmio no Pacaembu, pois o Allianz Parque se preparava para receber o show do cantor Eros Ramazzotti. O clube temia ter de fazer mais sete jogos fora de sua arena por conta de eventos da WTorre. O duelo com o América-MG era um deles.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos