Agora é pela Copa América! México e Jamaica reeditam final da Copa Ouro

Após deixar uma ótima impressão na estreia da Copa América Centenário, ao derrotar o Uruguai por 3 a 1, a seleção mexicana volta a campo nesta quinta-feira. No segundo jogo pelo Grupo C da competição, o México reedita a final da última Copa Ouro diante da Jamaica, vencida pela La Tri. O jogo será às 23h (de Brasília), no estádio Rose Bowl, na Califórnia (EUA).

E os mexicanos podem igualar um recorde histórico. Caso não perca para os jamaicanos, o México, maior seleção invicta até o momento, chegará a 21 jogos sem perder (como já ficou em 2005).

Para o duelo desta quinta, a equipe de Juan Carlos Osorio terá a correria de seus atacantes pelos lados, mas não poderá contar com o volante Guardado, expulso na estreia. Dueñas é o favorito para ocupar a vaga. No gol, a concorrência continua alta, mas o ídolo Ochoa deve continuar no banco, e Talavera, como o titular da posição.

A Jamaica, assim como o México, terá que fazer uma mudança forçada no time titular, uma vez que também teve um jogador expulso na primeira rodada - Austin levou cartão vermelho direto. Para a vaga dele, Williamson deve entrar.

Os Reggae Boyz precisam pontuar contra os mexicanos caso queiram sonhar com classificação. E, para isso, a Jamaica terá que quebrar uma escrita, já que, após passar em branco diante da Venezuela, passou a ser a seleção que demorou mais tempo para marcar o primeiro gol em edições de Copa América. São quatro jogos ao todo, somando os três jogos da disputa do ano passado, no Chile, à estreia nos Estados Unidos.

A outra partida da chave será entre Uruguai e Venezuela, no mesmo dia, mas um pouco mais cedo, às 20h30 (de Brasília), no estádio da Filadélfia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos