Boateng diz que família não estará nos estádios da Euro: 'Risco grande'

  • CHRISTOF STACHE/AFP

    Boateng não quer que familiares compareçam aos estádios franceses durante a Euro-16

    Boateng não quer que familiares compareçam aos estádios franceses durante a Euro-16

O medo de ataques terroristas durante a Eurocopa deixa a todos em alerta. Até os jogadores estão se precavendo para evitar o pior. O alemão Jerome Boateng, por exemplo, revelou que sua esposa e filhos não irão vê-lo jogar durante o torneio, que será realizado na França, por medo de atentados, segundo declarações ao "Sport Bild".

"Cada pessoa decide como lidar com isso, e eu já o fiz. Minha família e as crianças não vão ao estádio. O risco é simplesmente muito grande", disse o zagueiro da Alemanha.

Boateng estava em campo durante o amistoso contra a França, em 13 de novembro do ano passado, quando terroristas tentaram entrar no Stade de France, durante os ataques a Paris. No total, 130 pessoas morreram em diversos atentados em locais diferentes à capital francesa.

"Obviamente é triste ter que lidar com questões como essa. Mas muitas coisas aconteceram nos últimos dias que nos fazem refletir. Gostaria de me concentrar totalmente no futebol durante a Euro, e eu me sentiria muito melhor se minha família não estiver no estádio", disse o jogador do Bayern de Munique.

A Alemanha estreia na Eurocopa no domingo, dia 12, diante da Ucrânia. Os germânicos retornam ao Stade de France na segunda rodada, contra a Polônia, no dia 16. Por fim, encaram a Irlanda do Norte, no encerramento dos jogos do Grupo C, no dia 21.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos