Campeão como jogador e treinador da Nigéria, Keshi morre aos 54 anos

O mundo do futebol amanheceu nesta quarta-feira com uma notícia triste. Ídolo da Nigéria, onde foi ex-treinador da seleção e ex-jogador, Stephen Keshi faleceu vítima de uma parada cardíaca, aos 54 anos.

- Stephen Keshi foi embora para ficar ao lado de sua esposa. Agora ele está descansando - diz o comunicado emitido pela família de Keshi, que perdeu a mulher, Kate, no fim do ano passado.

A Federação Nigeriana de Futebol (NFF), por sua vez, lamentou a morte de do ídolo em uma mensagem postada no Twitter, pouco depois do anúncio da morte de Keshi.

- RIP Big Boss (grande chefe, apelido do treinador) - postou a Federação.

A Fifa, através de sua conta oficial no Instagram, homenageou o nigeriano. Na legenda da imagem, a entidade escreveu "Keshi foi um super-herói", frase dita pelo presidente da Federação Nigeriana de Futebol, Amaju Pinnick.

Como jogador, Stephen Keshi foi campeão da Copa Africana de Nações de 1994 e disputou a Copa do Mundo do mesmo ano. Atuando como treinador, ele também conquistou a CAN (em 2013) e foi o responsável por comandar os jogadores da Nigéria no último Mundial, no Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos