Distribuídos de graça, ingressos para funeral de Ali estão sendo vendidos

Ações lamentáveis têm manchado o funeral público da lenda do boxe Muhammad Ali, que será nesta sexta-feira, em Louisville, cidade natal do pugilista. Isso porque, alguns aproveitadores estão comercializando virtualmente ingressos, distribuídos de forma gratuita nesta semana, da cerimônia fúnebre.

Após saber do episódio, a família de Ali divulgou um comunicado em que ameaça processar aqueles que de "forma miserável" venderem bilhetes.

- Qualquer pessoa que vender ou comprar entradas na "Craigslist", "eBay" ou qualquer outro site será denunciado para a polícia - afirmou um porta-voz da família.

Ao todo, 15 mil ingressos gratuitos foram entregues a moradores de Louisville, onde Muhammad Ali nasceu há 74 anos. A distribuição das entradas durou apenas uma hora na sala de esportes do KFC Yum! Center, local do funeral público.

Ali vinha sofrendo há mais de 30 anos com diversos problemas de saúde, como o Mal de Parkinson. O ex-campeão mundial dos pesos pesados estava internado desde os últimos dias em um hospital em Phoenix (EUA) por conta de complicações respiratórias.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos