Eurocopa 2016 pode ser a última de craques e outros veteranos. Veja lista

Nesta sexta-feira, a França recebe a Romênia, no Stade de France, na abertura da Eurocopa 2016. O torneio está cercado de muita expectativa fora de campo, pelo medo de atentados terroristas, que já assolaram Paris no último dia 13 de novembro. No entanto, dentro das quatro linhas, o torneio pode ser a despedida de grandes nomes do futebol europeu, que já têm idade avançada. Alguns deles dificilmente teriam condições de voltar à competição daqui a quatro anos.

É o caso do astro português Cristiano Ronaldo. Principal nome desta Eurocopa, o gajo já tem 31 anos e, na próxima edição, já teria feito 35. Mas como Portugal depende muito dos serviços do jogador, ele pode ser chamado para liderar mais uma vez os lusitanos no torneio. E fome de gol ele tem.

Na Espanha, a situação é um pouco mais preocupante. Dos principais jogadores da Fúria, quatro deles já têm mais de 30 anos. O mais velho deles é o goleiro Casillas (35), que já vem sendo substituído por De Gea na seleção e não faria tanta falta devido à boa fase do arqueiro do Manchester United. Andrés Iniesta (32) é outro que deve se despedir da Eurocopa neste ano, mas deve seguir na seleção até a Copa do Mundo de 2018. Sergio Ramos (30) e David Silva (30) podem ser os expoentes espanhóis na próxima edição do torneio continental.

Na Itália, quem irá se despedir é o goleiro Gianluigi Buffon. Com 38 anos, ele é o principal jogador e capitão da Azzurra. Ele renovou recentemente seu contrato com a Juventus por mais dois anos, o que indica que ele deve se aposentar após a Copa do Mundo de 2018. Outro veterano italiano é De Rossi. Com 32 anos, ele poderia seguir os passos de Pirlo, que vinha jogando pela equipe até os 37, mas acabou fora da lista final da competição. Se ainda tiver fôlego, o volante da Roma deve ser o grande líder em 2020.

Wayne Rooney é o grande nome do futebol inglês na atualidade. Com 30 anos, o jogador do Manchester United pode se despedir da Eurocopa nesta temporada. No entanto, ele vem sendo recuado no time inglês e pode fazer o mesmo no English Team, o que facilitaria para o jogador, que terá 34 anos em 2020.

Quem também corre risco de se despedir da Eurocopa em 2016 é o volante Schweinsteiger. Líder da seleção alemã após a aposentadoria de Philipp Lahm, o jogador do Manchester United, que tem 31 anos, vem enfrentando muitos problemas de lesão, o que coloca em dúvida sua participação em 2020.

Uma das ausências mais sentidas, com certeza, será a do folclórico Zlatan Ibrahimovic. Dono de declarações polêmicas e de um futebol vistoso, o sueco disputará sua última Eurocopa. Aos 34 anos, o maior artilheiro da história do PSG deve deixar a seleção após a próxima Copa do Mundo, em 2018.

A Cróacia também precisa abrir o olho para a próxima Eurocopa. O meia Luka Modric e o atacante Mario Mandzukic são dois dos expoentes da seleção nos últimos anos. Com 30 anos, a dupla precisa se cuidar nas próximas quatro temporadas para ter condições de defender a seleção em 2020.

Principal nome da República Tcheca, o experiente goleiro Petr Cech terá 38 anos na próxima edição da Eurocopa, idade avançada para um jogador de futebol. Mas ele pode seguir os passos de Gianluigi Buffon, que ainda lidera a Itália no torneio.

Na França, a despedida deve ficar a cargo de Patrice Evra. O lateral da Juventus já tem 35 anos e dificilmente será convocado em 2020. É uma baixa importante para os Bleus, que já têm Kurzawa e Digne como possíveis substitutos.

OUTROS QUE DEVEM FAZER SUA DESPEDIDA

A Eurocopa de 2016 deve ser a última também para alguns outros expoentes de suas seleções. É o caso de Eidur Gudjohnsen. Aos 37 anos, o atacante, que teve passagem pelo Chelsea e Barcelona, comanda a estreante Islândia. Certamente, será a primeira e última participação do jogador no torneio.

Outro que também deve estrear e se despedir da Eurocopa é Aduriz, da Espanha. O atacante se destacou nesta temporada vestindo a camisa do Athletic Bilbao e foi chamado pelo técnico Vicente Del Bosque para a disputa do torneio. Aos 35 anos, é improvável que ele chegue em condições de jogar em 2020.

Quem também se despedirá da Eurocopa é o zagueiro Ricardo Carvalho. Aos 38 anos, o ex-jogador do Chelsea, Real Madrid e Porto - e atualmente no Monaco - é um dos mais velhos desta edição. O português está em sua terceira participação na competição.

Capitão da Croácia, Darijo Srna é outro experiente que está perto da aposentadoria de sua seleção. Junto com Modric, Rakitic e Mandzukic, forma a espinha dorsal croata. Aos 34 anos, ele deve participar pela última vez da Eurocopa.

Rosicky é um dos principais nomes da República Tcheca nos últimos anos. Aos 35 anos, enverga a braçadeira de capitão e é uma das esperanças da torcida na disputa da Eurocopa. No entanto, sua participação quase ficou comprometida devido a lesões. Nesta temporada, atuou só 19 minutos pelo Arsenal. Mas tem a confiança do técnico Pavel Vrba e foi chamado para as suas últimas partidas pelo torneio.

A Áustria está em sua segunda participação na história da Eurocopa. Em 2008, debutou no torneio por ter sido a sede ao lado da Suíça. O lateral-esquerdo Christian Fuchs, que se destacou pelo campeão inglês Leicester nesta temporada, estava naquele time e entrou em campo uma vez na fase de grupos. Agora, aos 30 anos, ele tem a missão de liderar a sua seleção no que pode ser sua última participação na competição.

Jogador mais velho da Eurocopa, Shay Given tem 40 anos e é o toque de experiência da Irlanda. Pela idade bem avançada, mesmo sendo goleiro, ele não deve estar em condições para atuar em 2020.

VEJA ALGUNS OUTROS VETERANOS DE DESTAQUE

Chiellini - 31 anos (Itália / Juventus)

Thiago Motta - 33 anos (Itália / PSG)

Barzagli - 35 anos (Itália / Juventus)

Marchetti - 33 anos (Itália / Lazio)

Milner - 30 anos (Inglaterra / Liverpool)

Cahill - 30 anos (Inglaterra / Chelsea)

Isaksson - 34 anos (Suécia / Kasimpasa - Turquia)

Källström - 33 anos (Suécia / Grasshoppers - Suíça)

Mario Gómez - 30 anos (Alemanha / Besiktas)

Podolski - 31 anos (Alemanha / Galatasaray)

Vermaelen - 30 anos (Bélgica / Barcelona)

Juanfran - 31 anos (Espanha / Atlético de Madrid)

Sagna - 33 anos (França / Manchester City)

Gignac - 30 anos (França / Tigres - México)

Koscielny - 30 anos (França / Arsenal)

O'Shea - 35 anos (Irlanda / Sunderland)

Robbie Keane - 35 anos (Irlanda / Los Angeles Galaxy)

Boruc - 36 anos (Polônia - Bournemouth)

Piszczek - 31 anos (Polônia / Borussia Dortmund)

Kuba - 30 anos (Polônia / Fiorentina)

Ricardo Quaresma - 32 anos (Portugal / Besiktas)

Ricardo Carvalho - 38 anos (Portugal / Monaco)

Bruno Alves - 34 anos (Portugal / Fenerbahce)

Pepe - 33 anos (Portugal / Real Madrid)

Eduardo - 33 anos (Portugal / Dínamo de Zagreb)

Eliseu - 32 anos (Portugal / Benfica)

Kadlec - 31 anos (República Tcheca / Fenerbahce)

Plasil (34 anos - República Tcheca / Bordeaux)

Sapunaru - 32 anos (Romênia / Panduri)

Rat - 25 anos (Romênia / Rayo Vallecano)

Sânmartean - 36 anos (Romênia / Al Ittihad FC)

Aleksey Berezutskiy - 33 anos (Rússia / CSKA)

Vasily Berezutskiy - 33 anos (Rússia / CSKA)

Lichtsteiner - 32 anos (Suíça / Juventus)

Burak Yilmaz - 30 anos (Turquia / Beijing Guoan)

Mehmet Topal - 30 anos (Turquia / Fenerbahce)

Rotan - 34 anos - (Ucrânia / Dnipro)

Tymoshchuk - 37 anos (Ucrânia / Kairat - Cazaquistão)

Skrtel - 31 anos (Eslováquia / Liverpool)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos