Insatisfeito com o futebol, grupo de sócios do Flamengo organiza protesto pacífico na Gávea

Um grupo de sócios intitulado Unidos pelo Flamengo organiza um protesto pacífico para a noite desta quinta-feira, na Gávea, sede social do clube, na Zona Sul do Rio. Estes torcedores afirmam estar muito insatisfeitos com os rumos do futebol rubro-negro.

O grupo pede a saída imediata do diretor geral Fred Luz, do diretor executivo Rodrigo Caetano e do coaching Fernando Gonçalves. Além disso, os sócios exigem 'a contratação imediata de jogadores de qualidade', 'esclarecimento sobre a folha salarial destinada ao futebol' e, por fim, destinação de apenas 10% de ingressos para torcidas visitantes em jogos do Flamengo, com redução dos setores mistos.

O LANCE! conversou, por telefone, com o sócio Ricardo Rocha, um dos organizadores do movimento. Ele se mostrou preocupado com os rumos do futebol do clube.

- Somos um grupo despolitizado. Somos sócios do clube pedindo a saída de alguns executivos. Nosso grupo está insatisfeito com os rumos do futebol. O investimento do Flamengo não condiz com o resultado apresentado. Saíram seis zagueiros e somente agora estão correndo atrás de novos jogadores. Isso mostra uma total falta de planejamento - disse Ricardo Rocha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos