Acabou! Defesa falha, Atlético-GO vence e recorde histórico fica no quase

De 1 de novembro de 2015 até 11 de junho de 2016. Depois de sete meses e dez dias, o Vasco voltou a sentir o gostinho amargo de uma derrota.

Em Cariacica, na Região Metropolitana de Vitória (ES), revés diante do Atlético Goianiense por 2 a 1, pela oitava rodada da Série B.

O resultado impediu que a equipe comandada por Jorginho igualasse o recorde do famoso Expresso da Vitória, invicto por 35 partidas entre abril de 1945 e fevereiro de 1946. O resultado também fez o Vasco ter a companhia do próprio Atlético-GO na primeira colocação da Segundona do Brasileiro. Ambos somam 19 pontos, com os cariocas à frente no saldo de gols (10 a 5).

Falhas individuais e a ausência de Nenê, suspenso, pesaram para o fim da série invicta do Vasco. Os goianos estavam mais ligados no início do jogo, criando lances perigosos. De tanto insistir o time rubro-negro saiu em vantagem aos 23 minutos, quando o goleiro Jordi afastou mal a bola e Júnior Viçosa, meio que sem querer, abriu o placar. O gol fez o Vasco despertar. E, numa das principais armas, saiu o empate. Bola parada, Julio Cesar jogou na área e, após rebote, Luan chutou com força, aos 39 minutos. Logo depois do empate o Atlético-GO perdeu o técnico Marcelo Cabo, expulso por reclamação.

Jorginho voltou para o segundo tempo com Eder Luis no lugar de Yago Pikachu, o 10 que não conseguiu o suspenso Nenê. E o time ficou mais agudo com a a presença do atacante, pressionando os goianos. Foram mais conclusões em cinco minutos do que nos 45 iniciais. Mas o castigo aconteceu aos seis minutos, quando Willian aproveitou furada de Rodrigo para marcar o segundo.

Afoito e desorganizado na busca pelo novo empate, o Vasco deu espaço para os contragolpes goianos. E por pouco não levou o terceiro. O estádio, vascaíno na esmagadora maioria, ainda tentou apoiar. O chute de Rodrigo parou no travessão. O de Evander foi na trave. Viçosa ainda foi expulso aos 35. Mas o gol que manteria a invencibilidade histórica não saiu.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 2 X 1 VASCO

Local: Kléber Andrade, em Cariacica (ES)

Data-Hora: 11/6/2016 - 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

Auxiliares: Tatiane Sacilotti Camargo (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

Renda e público: Não divulgados

Cartões amarelos: Gilsinho, Bruno Barra, Jorginho e Júnior Viçosa (ATL); Madson (VAS)

Cartões vermelhos: Júnior Viçosa (ATL)

Gols: Júnior Viçosa - 23'/1ºT (1-0), Luan - 39'/1ºT (1-1), William Schuster - 6'/2ºT (2-1)

ATLÉTICO-GO: Marcão; Matheus Ribeiro, Marllon, Lino e Michel; Bruno Barra, Pedro Bambu, Magno (Jorginho - 28'/2ºT) e William Schuster (Ricardo Silva - 45'/2ºT); Gilsinho (Luiz Fernando - 20'/2ºT) e Júnior Viçosa - Técnico: Marcelo Cabo.

VASCO: Jordi; Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Evander - 17'/2ºT), Willian, Andrezinho e Yago Pikachu (Eder Luis - intervalo); Jorge Henrique e Leandrão (Thalles - 24'/2ºT) - Técnico: Jorginho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos