Alemanha estreia bem e bate a Ucrânia na estreia da Eurocopa

A Alemanha estreou com o pé direito na Eurocopa 2016. Diante de uma Ucrânia valente, que teve bons momentos durante a partida, os germânicos venceram por 2 a 0, gols do zagueiro Mustafi, que só foi titular devido à ausência de Hummels, e de Schweinsteiger, nos acréscimos, após contra-ataque espetacular.

Com o resultado, a Alemanha se junta à Polônia como líderes do grupo C, com três pontos. Ucrânia e Irlanda do Norte seguem com zero. Na próxima rodada, na quinta-feira, os alemães encaram os poloneses, enquanto os ucranianos pegam a Irlanda do Norte.

O técnico Joachim Löw entrou em campo com uma formação mais leve, com Draxler como titular e a equipe sem centroavante de ofício. Mario Gomez ficou no banco, com Götze enfiado e Müller pela direita. Os volantes Kroos e Khedira saíam para o jogo, sendo sempre opção para as jogadas de ataque.

Do outro lado tinha uma Ucrânia valente, sem medo da Alemanha, apesar da diferença técnica. A primeira grande oportunidade foi dos ucranianos com Konoplyanka, que parou em Neuer. Os alemães tinham a bola, mas encontravam dificuldades de criar boas chances com o rival bem postado em sua defesa.

Então, a Alemanha aproveitou a qualidade de Toni Kroos para abrir o placar. Em cobrança de falta, ele colocou na cabeça de Mustafi, que testou firme, vencendo Pyatov. Os germânicos seguiram com a posse de bola e trocavam passes no ataque, mas sem eficiência. A Ucrânia, atrás do placar, foi para frente e teve grande chance com Khacheridi, que aproveitou cobrança de escanteio de Konoplyanka, mas Neuer fez linda defesa.

Khedira poderia ter ampliado o marcador, mas foi parado por Pyatov. Logo em seguida, o lance mais impressionante do primeiro tempo. Yarmolenko fez boa jogada pela direita e cruzou para Konoplyanka, que entrava livre pelo lado oposto. O camisa 10 chutou e a bola bateu em Boateng. A bola ia entrando quando o zagueiro, em cima da linha, conseguiu tirar. Os ucranianos ainda tiveram um gol anulado por impedimento.

Na volta do intervalo, a partida seguiu bastante complicada para os alemães. Apesar da vantagem, o esquema sem centroavante não se mostrava eficaz. Müller acabou ficando mais deslocado para a direita e ficou mais distante do gol. Götze, o mais enfiado entre os zagueiros, tentava mais as tabelas, em vão.

A Ucrânia estava melhor, rondou mais a área alemã no início da etapa. Aos poucos, os germânicos recuperaram o controle da partida, mas continuavam sem criatividade no meio de campo. O jeito era arriscar de fora da área. Götze e Müller, que já se movimentavam mais, testaram Pyatov.

Com a bola nos pés, a Alemanha foi tocando a bola esperando o tempo passar para garantir a primeira vitória. A Ucrânia foi para frente como pôde e, no apagar das luzes, sofreu o segundo gol. Após contra-ataque fulminante, Özil cruzou na medida para Schweinsteiger - que tinha acabado de entrar - fazer o segundo, garantindo a vitória alemã.

FICHA TÉCNICA

ALEMANHA 2 X 0 UCRÂNIA

Local: Estádio Pierre Mauroy, em Lille (França)

Data: 12 de junho de 2016

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Martin Atkinson (Inglaterra)

Cartões amarelos: Konoplyanka (UCR)

GOL: Mustafi - 19'/1°T (1-0) e Schweinsteiger - 47'/2°T (2-0).

ALEMANHA: Neuer, Howedes, Boateng, Mustafi e Hector; Kroos, Khedira, Özil, Draxler (Schurrle - 33'/2°T) e Müller; Götze (Schweinsteiger - 44'/2°T). Técnico: Joachim Low.

UCRÂNIA: Pyatov, Fedetskyi, Rakitskiy, Khacheridi e Shevchuk; Stepanenko, Sydorchuk, Konoplyanka, Yarmolenko e Kovalenko (Zinchenko - 28'/2°T); Zozulya (Seleznyov - 21'/2°T). Técnico: Mykhaylo Fomenko.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos