Em jogo de cincos gols, Coritiba triunfa e empurra o Sport para o Z-4

Gols, expulsões e muito frio marcaram a movimentada partida no Couto Pereira nesta manhã de domingo. Jogando em seu estádio após 20 dias de suspensão, o pressionado Coritiba foi eficiente e derrotou o Sport por 3 a 2, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Clique aqui e confira como foi o lance a lance do duelo no Paraná.

O triunfo fez com que o clube paranaense deixe a zona do rebaixamento, que agora tem o Rubro-Negro como novo integrante. Os gols da vitória foram marcados por Ruy, Kleber e Luccas Claro. Pelo lado do Sport, Diego Souza balançou a rede duas vezes.

Sob muito frio, já que a temperatura no estádio estava em torno de 9ºC, o necessitado Coritiba, que viu Edinho estrear entre os titulares, começou dominando as ações ofensivas. Mesmo com um jogador a menos no meio, os mandantes chegavam com perigo por dentro, principalmente com finalizações de fora de Juan.

No entanto, foi o Sport que abriu o marcador. Logo em sua primeira chegada ao ataque, Diego Souza marcou, aos 24 minutos, contando com um apagão da zaga coritibana - a mais vazada da Série A. O camisa 87 foi premiado pela insistência, já que precisou de três finalizações para bater o goleiro Wilson, que até salvou em duas, mas, sozinho, o meia foi mais feliz. Na comemoração, Diego bateu no peito e, à la Cristiano Ronaldo, disse "Eu estou aqui".

Pressionada, já que estava indo para a lanterna com o placar adverso, a equipe de Pachequinho não se abateu, continuou martelando e conseguiu empatar antes do intervalo. O gol que deixou tudo igual foi marcado por Ruy, de bico, após cobrança longa de lateral de Juan.

As duas equipes voltaram dos vestiários sabendo que precisavam vencer para se livrarem do Z-4. Logo aos três minutos da etapa complementar, Kleber, cara a cara com Magrão, marcou o gol da virada. Só que o Leão foi valente e viu seu principal jogador brilhar novamente. Diego Souza, logo em seguida, deixou tudo igual novamente, depois de Wilson fazer, assim como no primeiro gol, tudo que pôde.

Só que um lance, minutos depois do segundo tento de Diego, mudaria o panorama do confronto. O zagueiro rubro-negro Matheus Ferraz foi imprudente e levou o segundo amarelo e deixou a sua equipe com um a menos. Em vantagem numérica, o Coxa pressionou, promoveu alterações para deixar o time mais contundente - promovendo, inclusive, a estreia de Felipe Amorim - e conseguiu chegar ao gol da vitória, com Luccas de Claro, de cabeça e contando com um boa cobrança de falta de Juan.

O técnico Oswaldo de Oliveira pôs o veloz Rodney Wallace na frente, mas não obteve êxito. Diferente do restante do duelo, o fim do jogo foi morno e ficou marcado apenas pela expulsão de Juan, que foi infantil e tomou dois amarelos por infantilidade.

Agora em 14º lugar na tabela, o Coritiba recebe o Palmeiras, nesta quarta-feira. Já o Sport, em 17º por enquanto, visita o Santos, no mesmo dia.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 3 X 2 SPORT

Local: Couto Pereira, Curitiba (PR)

Data-hora: 12/6/2016 - 11h

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Alex dos Santos (SC)

Público/Renda: 3.826 presentes/R$ 50.070,00

Cartões amarelos: Kleber, João Paulo, Luccas Claro, Juan e Dodô (Coritiba); Matheus Ferraz (Sport)

Cartões vermelhos: Juan (Coritiba) e Matheus Ferraz (Sport)

Gols: Diego Souza, 24'/1ºT (0-1), Ruy, 36'/1ºT (1-1), Kleber 3'/2ºT (2-1), Diego Souza, 7'2ºT (2-2) e Luccas Claro, 25'/2ºT (3-2)

CORITIBA: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho, Carlinhos; João Paulo (Felipe Amorim, 15'/2ºT), Edinho, Ruy (Fábio Braga, 41'2ºT), Juan; Vinícius (Evandro, 25'2ºT) e Kleber - Técnico: Pachequinho.

SPORT: Magrão; Ronaldo, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Serginho, Gabriel Xavier (Rodney Wallace, 34'2ºT), Diego Souza e Everton Felipe (Oswaldo, 13'/2ºT); Edmilson - Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos