Jadson marca na estreia de Fabio Cannavaro no Tianjin Quanjian

  • CLAYTON DE SOUZA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Jadson marcou o gol da vitória do Tianjin Quanjian

    Jadson marcou o gol da vitória do Tianjin Quanjian

Enfim, o Tianjin Quanjian voltou a vencer. No primeiro jogo sob o comando do italiano Fabio Cannavaro, o brasileiro Jadson marcou, de pênalti, o único gol da vitória do clube sobre Xinjiang Tianshan, em casa, pela 13ª rodada da Segunda Divisão da China. A equipe, que era treinada por Vanderlei Luxemburgo, estava há seis jogos sem triunfar na competição.

Com o resultado, Tianjin Quanjian assumiu a sétima colocação, com 19 pontos, oito a menos que Guizhou Zhicheng, segundo colocado, e nove atrás do líder Qingdao Huanghai. Os dois primeiros sobem para a Super Liga Chinesa.

Autor do único gol da partida, Jadson espera que a equipe siga no caminho das vitórias para chegar às primeiras colocações.

"Nós precisávamos dessa vitória. Nos últimos jogos, até que jogamos bem, mas, infelizmente, os resultados foram ruins. Espero que essa vitória dê um pouco mais de tranquilidade e confiança para os jogadores e que a gente consiga uma boa sequência de partidas."

O meia também falou sobre a saída de Vanderlei Luxemburgo e a chegada de Fabio Cannavaro.

"Fiquei chateado com a saída dele, mas são coisas que acontecem no futebol. O Luxemburgo é um treinador vitorioso e torço pelo sucesso dele. Agora tenho que aproveitar a chegada do Cannavaro, que foi um jogador com uma carreira brilhante e já trabalhou como treinador no futebol chinês. Mais importante de tudo é seguir trabalhando duro para conquistar o nosso objetivo, que é levar o Tianjin para a Primeira Divisão", disse Jadson.

Quem também se destacou na vitória do Tianjin Quanjian foi Geuvânio. O ex-jogador do Santos driblou dois marcadores até ser derrubado dentro da área, em pênalti convertido por Jadson.

"Foi uma vitória muito importante, para nos dar confiança e manter alta nossa chance de alcançar o grande objetivo na temporada, que é subir para a primeira divisão. Fico feliz por poder colaborar com a equipe, seja com gols, assistências ou também criando as jogadas de ataque, como no lance em que sofri o pênalti. O mais importante é ajudar o time a vencer. Esse resultado nos dá esperança de brigar por coisa melhor no campeonato", disse Geuvânio, antes de completar:

"Tem muito campeonato pela frente. Estamos a oito pontos do segundo colocado e a nove do líder. A diferença não é tão grande. Restam 17 rodadas ainda, ou seja, temos 51 pontos em disputa. Então, vamos continuar batalhando para buscar as vitórias e conseguir chegar cada vez mais perto das primeiras colocações", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos