Classificada, Argentina pode ter 'time alternativo' contra a Bolívia

Classificada para as quartas de final da edição centenária da Copa América com uma rodada de antecipação, a Argentina precisa de apenas um empate diante da Bolívia para confirmar a primeira colocação no Grupo D da competição, nesta terça-feira, às 23h (horário de Brasília), em Seattle (EUA). Já o adversário dos hermanos está eliminado e entra em campo apenas para cumprir tabela.

Na Argentina, o técnico Gerardo Martino estuda colocar uma equipe alternativa para poupar os craques e evitar perder algum jogador na fase de mata-mata por acúmulo de cartões amarelos. Rojo, Mascherano, Augusto Fernández e Gaitán estão pendurados. O último da lista não se importa em correr riscos.

- Ser titular não me surpreende. Quero estar entre os 11 novamente. Nem que seja por somente cinco minutos. Estou jogando em alto nível

há seis anos e disputando sempre a Liga dos Campeões da Europa. A torcida está surpresa porque o Campeonato Português não costuma ser

transmitido para a Argentina - afirmou o ex-jogador do Benfica, substituto de Messi e Di María durante a Copa América e muito elogiado após boas apresentações.

Para o jogo de hoje, Martino só não poderá escalar Di María, acometido por um edema muscular durante a goleada sobre o Panamá por 5 a 0, na última sexta-feira. O volante Biglia e o meia Pastore estão em processo de recuperação de lesões e ainda são dúvidas.

A ideia inicial de Martino é não arriscar com os pendurados. Em contrapartida, ele sabe que muitas mudanças podem mexer em uma estrutura sólida que dá resultados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos