Russos e ingleses entram novamente em confronto na França

A ameaça de exclusão não intimidou alguns torcedores mais exaltados da Rússia, que voltaram a entrar em confronto com hooligans ingleses em nova batalha campal, semelhante ao que aconteceu na sexta-feira passada, em Marselha, na véspera do confronto entre as duas seleções pela Grupo B da Eurocopa. O novo episódio ocorreu nesta quarta-feira, em Lille, local onde a seleção russa foi derrotada pela Eslováquia por 2 a 1.

Segundo a imprensa francesa, no tumulto, garrafas e vidros foram atirados na estação de trem de Lille. O ataque partiu dos russos. Os ingleses estavam no local para se deslocarem para Lens, onde a seleção enfrentará o País de Gales nesta quinta.

A polícia francesa teve que reprimir os brigões com gás de pimenta e bombas de efeito moral.

Em Moscou, no Kremlin, a versão foi diferente.

- Não podemos mais reagir à provocação dos ingleses que voltam a nos acusar de tudo - afirmou o porta-voz do governo do país, Dimitri Peskov.

Na última terça-feira, a Uefa multou a Federação Russa em 150 mil euros (R$ 584,8 mil) e ameaçou excluir a Rússia da Eurocopa se os torcedores continuassem promovendo cenas de selvageria nas cidades e estádios franceses.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos