Tite tem primeira reunião com Del Nero, mas ainda não assume Seleção

O acordo ainda não está selado. Foram quase três horas de reunião, mas CBF e Tite ainda não se acertaram para que o treinador seja o novo comandante da Seleção Brasileira.

Segundo informou a assessoria de comunicação da CBF, houve "uma primeira conversa", considerada "produtiva, mas inconclusiva". As duas partes, ainda de acordo com a entidade, ficaram de se reunir novamente em um outro momento.

Por conta do impasse, Rogério Micale, técnico da sub-20 e da Seleção Olímpica será o responsável pela pré-lista de 35 jogadores para a Rio-2016, que obrigatoriamente será enviada nesta quarta-feira ao Comitê Olímpico Internacional. Isso também é um forte indício de que Micale vai comandar o Brasil nos Jogos, já que os nomes da comissão técnica não poderão ser alterados a partir desta quarta.

Tite veio ao Rio de Janeiro no jatinho da CBF e chegou à sede da entidade às 20h50. Ele deixou o prédio por volta das 23h45 desta terça-feira, sem falar com jornalistas.

CORINTHIANS TENTARÁ CONVENCER TITE A FICAR:

O Corinthians ainda tem esperanças de que Tite recuse a proposta da Seleção Brasileira e cumpra o contrato que tem com o clube, até dezembro de 2017. Após a reunião que não definiu o acordo com a CBF, a diretoria do clube paulista se animou com a possibilidade de convencer o treinador a permanecer, e o encontro entre as partes será realizado antes do treino desta quarta-feira, no CT Joaquim Grava. Roberto de Andrade, presidente do clube, considera a Seleção como um "abacaxi" que colocariam nas mãos de Tite.

O treinador voltou a São Paulo no início da madrugada e, além da diretoria do Corinthians, terá conversas com sua comissão técnica antes da atividade desta quarta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos