Vôlei masculino conhece sequência dos confrontos na Olimpíada

A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) divulgou nesta quarta-feira a tabela da primeira fase do torneio masculino de vôlei da Olimpíada do Rio de Janeiro. A seleção brasileira conheceu o primeiro adversário, que será o México, no dia 7 de agosto, na busca por uma medalha na competição mais importante do calendário esportivo. O vôlei masculino acontecerá no Maracanãzinho, entre os dias 7 a 21 de agosto.

Depois da estreia contra o México, a equipe dirigida pelo técnico Bernardinho enfrentará Canadá, no dia 9, às 11h35; Estados Unidos, no dia 11; Itália, no dia 13; e França no dia 15, estes às 22h35 - todos integrantes do Grupo A dos Jogos Olímpicos. Passado por esta fase, o time brasileiro seguirá para as quartas de final.

Após conhecer a sequência de jogos, o técnico Bernardinho se disse satisfeito.

- A sequência respeita o ranking. O primeiro colocado, e país-sede, tem o confronto com a equipe pior ranqueada (o México é o 24º) e a ordem vai em uma crescente. É uma boa tabela. Vamos começar com um adversário mais abordável, embora eu ache que o segundo jogo, contra o Canadá, seja muito perigoso - analisou o treinador do Brasil.

Bernardinho ainda falou sobre as outras três equipes que formam o grupo A, fazendo questão de elogiar.

- Sem dúvida, a nossa é uma chave muito dura, com algumas das principais equipes, chamada de chave da morte, mas é o que nos cabe. Estados Unidos, Itália e Franca são, na minha opinião, três fortíssimos candidatos ao título olímpico - afirmou Bernardinho.

O treinador também comentou sobre as seleções que considera favoritas ao primeiro lugar do pódio na Olimpíada.

- A França é campeã da Liga Mundial e campeã europeia, a Itália vem muito fortalecida com a naturalização do cubano Juantorena e os Estados Unidos ganharam a Copa do Mundo. Estão aí os três fortes candidatos que teremos no grupo. Esses três times, mais a nossa seleção, somados a Rússia e Polônia, que estão na outra chave, são as seis equipes que podem chegar ao ouro olímpico - disse Bernardinho, que complementou.

- Não tiro da condição de medalhistas as seleções do Irã e da Argentina. Eles podem tirar alguém dessa disputa. Mas, eu acredito mesmo que o campeão estará entre os outros seis times que citei.

No Grupo B dos Jogos Olímpicos estão Polônia, Rússia, Argentina, Irã, Cuba e Egito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos