Inglaterra marca no fim e consegue virada sobre País de Gales

A Inglaterra venceu a primeira nesta Eurocopa. No clássico britânico, a equipe contou com a boa participação dos seus atacantes para virar a partida e vencer País de Gales por 2 a 1. A estrela do técnico Roy Hodgson brilhou mais intensamente, uma vez que colocou Vardy e Sturridge no intervalo e a dupla decidiu para o English Team. Bale, que mais uma vez mostrou-se o grande nome de sua seleção, fez o gol de honra dos galeses , mas não foi suficiente para um melhor resultado.

Os ingleses martelaram durante todo o jogo, teve as melhores chances (não muitas), mas teve o azar de Bale acertar uma boa cobrança de falta de abrir o placar no primeiro tempo. Na etapa final, foi à frente e viu um País de Gales bem retraído, o que acabou contribuindo para uma pressão mais intensa.

Com o resultado, a Inglaterra chegou a quatro pontos no grupo B, deixando País de Gales e Eslováquia com três. A Rússia fica na lanterna, com apenas um.

A Inglaterra iniciou o duelo britânico tomando as rédeas da partida. Mais posse de bola, maior domínio, presença na área de País de Gales, mas sem efetividade. Os ingleses não tinham criatividade para furar a defesa rival. Por outro lado, os galeses adotaram uma postura cautelosa, esperando por um lance para colocar a bola no fundo das redes.

No início, até parecia que os ingleses encurralariam Gales e faria uma pressão forte. Em jogada rápida logo aos seis minutos, Kane lançou Lallana, que cruzou na medida para Sterling jogar para fora. Foi o único lance de bola trabalhada pelo English Team na primeira etapa.

Sem conseguir criar bons lances, a Inglaterra levava perigo apenas em cruzamentos para a área. Henderson e Smalling quase marcaram. É bem verdade que houve um pênalti não assinalado para os ingleses aos 32 minutos, quando Davies colocou a mão na bola. Mas o árbitro mandou seguir.

E o lance que os galeses tanto esperavam chegou. Após passar toda a primeira etapa apenas se defendendo, Bale bateu falta cheia de veneno para abrir o placar. Hart, goleiro do Manchester City, pulou atrasado e acabou falhando no gol.

O técnico Roy Hodgson resolveu mudar seus dois homens de frente, que estiveram muito apagados no primeiro tempo. Kane deu lugar a Vardy, enquanto Sterling saiu para a entrada de Sturridge. As alterações deixaram a Inglaterra, ao menos, com mais volume e atacando de forma mais incisiva.

Também sumido em campo, na primeira etapa, Rooney deu as caras e obrigou o goleiro Hennessey à grande defesa. Porém, na cobrança de escanteio, o capitão Willians cabeceou para trás e deu de presente para Vardy fazer o gol de empate.

Gales seguiu fechado, apostando mais uma vez em um lance que pudesse definir o jogo a seu favor. Bale, apesar do gol, não estava bem, dominado pela força do time inglês. De tão retraído, chamou ainda mais a Inglaterra para seu campo e o tiro acabou saindo pela culatra. Nos acréscimos, Sturridge recebeu de Dele Alli e marcou, garantindo a primeira vitória dos ingleses na Eurocopa.

FICHA TÉCNICA

INGLATERRA 2 X 1 PAÍS DE GALES

Local: Estádio Bollaert-Delelis, em Lens (França)

Data: 16 de junho de 2016 (Quinta-feira)

Horário: 10h (de Brasília)

Árbitro: Felix Brych (Alemanha)

Cartão Amarelo: Davies (GAL)

GOLS: Bale - 42'/1°T (0-1), Vardy - 10'/2°T (1-1), Sturridge - 46'/2°T (2-1)

INGLATERRA: Hart, Walker, Cahill, Smalling e Rose; Dier, Dele Alli e Rooney; Lallana (Rashford - 27'/2°T), Kane (Vardy - intervalo) e Sterling (Sturridge - intervalo). Técnico: Roy Hodgson

PAÍS DE GALES: Hennessey, Chester, Ashley Williams e Ben Davies; Gunter, Ledley (Edwards - 19'/2°T), Allen, Aaron Ramsey e Neil Taylor; Gareth Bale e Robson-Kanu (Willians - 26'/2°T). Técnico: Chris Coleman.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos