IAAF mantém punição à Rússia, mas dá chance para atletas disputarem a Rio-2016

A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) manteve o banimento da Rússia de todas as competições internacionais. Assim, os atletas do país estão impedidos de participar dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira, em Viena, na Suíça. A entidade internacional, no entanto, abriu a possibilidade para alguns competidores disputarem a Olimpíada caso comprovem não estarem envolvidos com casos de doping.

Assim, a varista Yelena Isinbayeva poderia participar da Rio-2016, mas competiria por uma "bandeira neutra". A atleta foi nos últimos dias uma das principais defensoras do retorno dos russos às competições de atletismo.

Os russos foram suspensos de todas as competições internacionais em novembro do ano passado após a divulgação de um esquema de doping sistemático no atletismo do país patrocinado pelo governo.

A Agência Mundial Antidoping (Wada) fez uma série de pedidos para a Rússia se adequar às normas da entidade internacional. Apesar de o ministro do Esporte do país, Vitaly Mutko, ter afirmado nos últimos dias que todas as medidas foram tomadas, a IAAF votou de forma unânime para manter a punição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos