Para seduzir Alex, Santos está disposto a ultrapassar teto salarial

  • Paolo Bruno Getty Images Sport

O Santos está mesmo disposto a ter o zagueiro Alex, que completa 34 anos nesta sexta-feira, e é revelado na Vila Belmiro. Embora o teto salarial do clube, estipulado pelo presidente Modesto Roma Júnior, seja de R$ 200 mil por mês, a diretoria abre mão da regra quando o assunto é o defensor.

Para começar a negociação, os dirigentes santistas estão propensos a oferecer ganhos mensais de R$ 300 mil para Alex, que recebe na Europa bem mais do que o Santos está disposto a oferecer inicialmente para contar com o jogador.

Seu vínculo com o Milan, da Itália, termina no fim deste mês, e não deve ser renovado. Atualmente, Alex está no CT Rei Pelé para fazer tratamento, e a diretoria confia na convivência com o defensor para seduzi-lo.

Segundo Giuliano Bertolucci, empresário do atleta, em contato com a reportagem do LANCE!, já existem negociações em andamento com equipes da Europa e o desejo do defensor é de seguir no Velho Continente.

O presidente do Peixe, Modesto Roma Júnior, disse em entrevista coletiva na última quinta-feira, no Museu Pelé, que não descarta repatriar o defensor.

Atualmente, apenas Gabigol e Lucas Lima, valorizados com convocações para Seleção e assédio europeu, têm ganhos superiores ao teto do Santos, contando com bonificações e premiação.

No momento, o técnico Dorival Júnior conta com David Braz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Paulo Ricardo para a zaga. O último, no entanto, já foi oferecido em negociações com outras equipes como moeda de troca e não deve receber muitas oportunidades na equipe. No mês que vem, o argentino Fabián Noguera, do Banfield, se apresentará no CT Rei Pelé.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos