Porto diz que Maicon não fica, mas São Paulo segue com esperança

  • DOUGLAS MAGNO/AFP

    Porto disse que Maicon não deverá continuar

    Porto disse que Maicon não deverá continuar

A negociação para a renovação de contrato do zagueiro Maicon virou uma guerra fria entre São Paulo e Porto (POR). Nesta quarta-feira (22), a assessoria de imprensa do clube português reforçou a informação dada pelo empresário do jogador: ele não fica para as semifinais da Libertadores e voltará ao clube com o qual tem contrato após o fim do empréstimo, no próximo dia 30. O Tricolor, porém, tem postura diferente e ainda acredita no desfecho positivo.

Também nesta quarta, o técnico Edgardo Bauza comentou a situação em entrevista coletiva e disse que tem esperança de ver um final feliz para a novela. O argentino conta com Maicon para os confrontos contra o Atlético Nacional (COL) pelas semifinais da Libertadores, nos dias 6 e 13 de julho.

"Esperamos que sim (fique). Mas é uma situação que escapa das minhas possibilidades. É de um tema contratual. Oxalá possamos contar com ele. Estamos todos os dias dentro disso. Mas não está dentro das minhas possibilidades. É uma negociação. Tenho muita experiência nisso. Até fechar, cada um puxa para o seu lado. Esperamos que possa chegar num acordo e possamos contar com ele. A realidade é que Maicon quer ficar, isso ajuda. E agora estão as diretorias pensando se entrarão no acordo", analisou o argentino.

"O torcedor que pense, tem uma discussão. Digo é que estamos trabalhando para cuidar que Maicon fique pelo menos até o fim da Libertadores, mas não posso assegurá-lo. É uma negociação muito difícil, mas vamos tentar", completou o argentino.

A postura da diretoria agora é a mesma de quando o empresário do jogador disse que ele não ficaria. Acredita que faz parte de estratégia de negociação e que não será isso que definirá a questão. No caso do agente, vale lembrar que ele ficou sem comissão quando Maicon foi contratado no início do ano.

Caso não consiga acertar a permanência de Maicon, o São Paulo deve ter dificuldades para trazer um substituto. Segundo Bauza, a busca por reforços para a Libertadores está complicada.

"Está complicado. Igualmente está confirmado Cueva. Ele não pode jogar a Libertadores. Não descarto que chegue alguém. Porém é difícil. Não é fácil. Estamos gastando toda a energia para que Maicon fique", disse.

O peruano Cueva chega nesta quarta-feira ao Brasil e deve treinar já nesta quinta. O meia-atacante, porém, está fora da partida contra o Sport e domingo, contra o Santos, por falta de tempo para regularizar sua situação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos