Búlgara campeã mundial paralímpica é suspensa por doping

Não é apenas o esporte olímpico que tem sofrido com diversos casos de doping. Nesta quinta-feira, o Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês) anunciou a suspensão da búlgara Stela Eneva por quatro anos após ela ter sido flagrada em um exame antidoping. Assim, a atleta está fora da Paralimpíada do Rio de Janeiro, a partir de 7 de setembro.

Stela foi pega pelo uso de oxandrolona, um um esteroide anabolizante, durante o Mundial de Atletismo Paralímpico, em 23 de outubro do ano passado, em Doha, no Qatar. Na ocasião, a competidora da categoria F57 (para quem compete em cadeiras) conquistou a medalha de ouro na prova do arremesso de peso.

A punição da búlgara é válida de 4 de dezembro de 2015, data em que ela foi notificada sobre o caso e suspensa provisoriamente, até 3 de dezembro de 2019. Além disso, todos os resultados obtidos por ela a partir do dia do teste foram anulados, inclusive o do título mundial.

Assim, os resultados do arremesso de peso no Mundial de 2015 foram alterados. Agora, a medalha de ouro ficou com a mexicana Angles Ortiz Hernandez, a prata terminou com a alemã Ilke Wyludda, e o bronze acabou com a argelina Nassima Saifi.

Stela também perdeu a segunda colocação na prova do lançamento de disco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos