Cristóvão diz que precisa de tempo e reforços no Timão: 'Grupo é pequeno'

Não foi a estreia que o técnico Cristóvão Borges esperava à frente do Corinthians. Na primeira partida como substituto de Tite, ele viu a equipe perder por 2 a 1 para o Atlético-MG, nesta quarta-feira, no Mineirão. Mesmo com o resultado negativo, o treinador demonstrou otimismo, mas já aproveitou para pedir tempo para trabalhar e reforços para qualificar o elenco.

Para o comandante alvinegro, a atuação diante do Galo não foi tão ruim e, apesar do tropeço, foi possível notar crescimento no Timão.

- Na primeira conversa que tive com eles (jogadores) falei dos jogos que assisti, os dois últimos. O trabalho que está se fazendo é de remontagem de equipe, e se necessita de tempo, ajustes. Nesse processo estou vendo a equipe dar passos adiante. Hoje o resultado não foi satisfatório, é ruim perder, mas continuamos a ver a equipe caminhar bem - declarou.

Cristóvão teve nove desfalques para este duelo, oito por lesões e um por suspensão. As baixas ressaltaram para o técnico a necessidade de aumentar o elenco.

- O grupo que temos é pequeno para o que vamos encontrar, porque a temporada é longa e daqui a pouco vamos jogar competições simultâneas. Uma equipe do nosso nível precisa ter jogadores para todas as posições. Quando eu cheguei já havia uma avaliação disso e trabalhamos para resolver - disse o treinador, que destacou o ataque como uma das posições mais carentes.

- (O time joga dessa forma) Pelas características dos jogadores que temos e não temos aqui. Não tem jogadores de área, mas a equipe faz gols pelas variações que tem - opinou.

Cristóvão buscará a primeira vitória no comando do Corinthians no sábado, às 21h, contra o Santa Cruz, na Arena.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos