Ex-atacante do Botafogo é preso no Tocantins suspeito de estupro

Nesta quinta-feira, a Polícia Civil prendeu o atacante Jobson, ex-Botafogo. Após determinação da Justiça de Conceição do Araguaia, no Sudeste Paraense, o jogador foi preso em sua chácara, localizada na cidade de Couto Magalhães, em Tocantins. O atleta é suspeito no estupro de quatro adolescentes que residem no município.

Aos 28 anos, o jogador ainda é suspeito de ser o autor de um quinto caso de estupro, que segue sendo investigado na Delegacia.

De acordo com a nota divulgada pela Polícia Civil do Pará, o inquérito policial foi instaurado há uma semana, depois que uma das vítimas, de 13 anos, denunciou que fotos suas em situações pornográficas estavam circulando em grupos de rede social. Ainda, segundo as denúncias, o jogador teria aliciado as adolescentes para levá-las para sua chácara e, em seguida, cometer o abuso.

- Ele aliciava as garotas para fazer festas com bebidas e drogas e as levava para sua chácara ou para outros lugares", explica o policial. A vítima relatou que, durante a farra regada a álcool e drogas, acabou desmaiado e, dessa forma, o jogador e outros que estavam com ele se aproveitaram para fazer as fotos que foram compartilhadas nos grupos de rede social. Ainda, conforme o delegado, a vítima chegou a telefonar para o jogador, dizendo que iria denunciá-lo, e o acusado teria feito ameaças à garota. Após ouvir o depoimento da adolescente, a equipe da Polícia Civil localizou as outras vítimas. "São quatro adolescentes, uma vai completar 13 anos, a outra já tem 13 anos completos e as outras duas têm 14 anos completo - explicou o delegado Rodrigo da Motta, em nota da Polícia Civil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos