Em sua despedida da Chape, Guto afirma que foi difícil a decisão

Após a partida contra o Atlético-PR, nesta quinta-feira, Guto Ferreira havia batido o martelo: O Bahia tinha até esta sexta-feira para definir se aceitaria ou não a contraproposta salarial. À noite, o Tricolor Baiano aceitou e a Chapecoense acordou sem treinador.

Na tarde desta sexta-feira, o técnico, em entrevista coletiva, despediu-se da Chape e agradeceu a "estadia". O comandante lembrou que deixa a Chapecoense na primeira parte da tabela do Campeonato Brasileiro.

-Agradecer a direção mais uma vez por ter acreditado e ter traçado metas junto com a gente para a busca de resultados expressivos, como o título catarinense. Agradecer a comissão que, a cada dia, ajudou a estabelecer um ambiente sadio. E que, de uma maneira ética e profissional, ajudou a Chapecoense. A gente sai nesse momento do Campeonato Brasileiro com 50% de aproveitamento. Dentro do objetivo dos atletas que é estar na primeira página da tabela.

Sobre ir para o Bahia, onde receberá aproximadamente R$300 mil, o dobro do que recebia na Chape, o técnico afirmou que a decisão tomada foi difícil, mas acertada.

-É uma tomada de decisão difícil, mas nossa vida é feita de tomadas de decisão. Mesmo com o coração pedindo uma coisa, foi um desafio que mexeu comigo, de colocar no lugar onde merece um campeão brasileiro, que sempre foi uma estrutura grande no cenário nacional. Foi muito boa essa passagem na Chapecoense, de chegar num momento delicado.

Guto chegou ao Verdão em setembro de 2015, após demissão de Vinícius Eutrópio. Em 2016, ele conquistou o Campeonato Catarinense em cima do Joinville e quebrando um hiato de cinco anos sem o principal torneio estadual.

Ele também esteve à frente do time na única vez que disputou uma competição oficial internacional, diante do River Plate, pela sul-Americana de 2015. Seu aproveitamento foi de 56,2 %. Para substituí-lo, a diretoria já conversa com Caio Júnior e ele deve ser anunciado até este sábado.

Guto Ferreira assinou um contrato com o Bahia até o fim de 2017 e irá para a capital baiana junto com os seus auxiliares e o fisiologista Marcos Antônio Cezar. O Tricolor é o sétimo da Série B e enfrenta o Brasil de Pelotas nesta sexta-feira, às 21h30, no Centenário. Guto deve estrear na terça-feira, diante do Oeste.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos