Novamente com choro e falha, Timão vence o Santa Cruz na Arena

Três dias depois, o Corinthians viu parte do roteiro da partida contra o Atlético-MG se repetir. Novamente um jogador da equipe chorou em campo, um defensor falhou e o placar terminou em 2 a 1. Desta vez, porém, as lágrimas foram de alegria e a vitória a favor do Timão, que bateu o Santa Cruz, na Arena.

O resultado faz o Corinthians voltar ao G4 do Brasileirão e deixa o Santa Cruz com chances de entrar na zona de rebaixamento com o complemento da 11ª rodada, neste domingo.

O pranto neste sábado foi de Luciano. Sem marcar desde agosto do ano passado, quando machucou o joelho direito e foi obrigado a ficar seis meses sem jogar, ele desencantou e não conteve a emoção. Romero fez o outro gol alvinegro e abriu vantagem na artilharia corintiana na temporada, com 10 tentos.

Pedro Henrique, que chorou na última quarta, recebeu o apoio da Fiel e teve boa atuação. Desta vez, contudo, quem falhou feio foi Cássio. No segundo tempo, ele cobrou um tiro de meta curto para Balbuena e recebeu a bola de volta. Apertado, ele perdeu a bola para Arthur, que rolou para Grafite empurrar para as redes, aos sete do segundo tempo.

O gol não arrancou lágrimas de Cássio, mas deu emoção a um jogo que até então estava fácil para o Corinthians. Muito superior, o Timão terminou o primeiro tempo com a vantagem de 2 a 0, mas poderia ter feito muito mais se tivesse tido melhor desempenho nas finalizações. Criação não faltou.

Na primeira partida como técnico do Corinthians em Itaquera, Cristóvão Borges promoveu algumas mudanças na equipe e já imprimiu um pouco mais de seu estilo. Guilherme foi sacado, Luciano voltou ao ataque e Giovanni Augusto foi testado mais centralizado. A estratégia deu certo, não só pela velocidade e boas triangulações dos homens de frente da equipe, mas também porque a marcação da Cobra Coral não encaixou. O lateral-direito Vitor, por exemplo, levou um baile tão grande de Marquinhos Gabriel, Uendel e companhia que foi substituído no intervalo.

Na etapa final, contudo, as coisas se equilibraram. O Corinthians caiu de desempenho, o Santa se acertou e, com apenas um gol atrás no placar, partiu para cima. Mas, se no Horto o Timão foi morto, em Itaquera, já era. A equipe segurou a vantagem e ampliou a invencibilidade em casa para 29 partidas.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 X 1 SANTA CRUZ

?

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhãees (asp. Fifa-RJ)

Auxiliares: Luiz Cláudio Regazone (asp. Fifa-RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (asp. Fifa-RJ)

Cartões amarelos: Uendel, Romero e Luciano (COR), Lelê (STA)

Público e renda: 25.501 pagantes / R$ 1.384.144,00

Gols: Luciano 26'/1°T (1-0); Romero 36'/1°T (2-0); Grafite 7' 2ºT (2-1)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho (Willians 42' 2ºT), Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto (Lucca 23' 2ºT) e Ángel Romero (Guilherme 37' 2ºT); Luciano. Técnico: Cristóvão Borges

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor (Mário Sérgio - intervalo), Neris, Danny Morais e Allan; Uillian Correia, Daniel Costa (Wallyson - intervalo) e João Paulo (Lelê 43' 2ºT); Arthur, Grafite e Keno. Técnico: Milton Mendes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos