Paes muda agenda e adia entrega do velódromo olímpico da Rio-2016

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, adiou a entrega do Velódromo, arena mais atrasada dos Jogos Olímpicos Rio-2016, para domingo. A cerimônia aconteceria neste sábado, mas teve a data alterada em razão de uma mudança na agenda do político, segundo a Empresa Olímpica Municipal (EOM), órgão responsável por monitorar as obras.

O palco do ciclismo de pista é o último local de competições que ainda não foi repassado aos cuidados do Comitê Organizador. A construção, considerada complexa, passou por uma série de problemas desde antes de começar.

A responsável pelo projeto inicialmente, a Tecnosolo, venceu a licitação mesmo em recuperação judicial. Com o agravamento dos problemas financeiros da empresa, Paes rescindiu o contrato no dia 17 de maio. A conclusão ficou a cargo da Engetecnica, que já havia sido subcontratada pela primeira para auxiliar nos trabalhos.

O Velódromo está orçado em R$ 143,6 milhões, após sofrer um aditivo de R$ 24,8 mi. A maior parte dos recursos (R$ 112,9 milhões para construção e R$ 5,9 milhões para manutenção) é do governo federal. O restante cabe à prefeitura.

De sábado até segunda-feira, o local receberá um teste de ciclismo de pista, com a participação de 34 atletas, sendo 15 brasileiros. O evento-teste da modalidade, que aconteceria em abril, foi cancelado pelo Comitê devido aos atrasos na obra.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos