Último Corinthians x Santa Cruz foi em 2006 e teve jovem Fagner titular

Corinthians e Santa Cruz, dois dos clubes mais populares do futebol brasileiro, já não se enfrentam há dez anos. O confronto volta a ocorrer neste sábado, às 21h, pela 11ª rodada do Brasileirão, e terá em campo um jogador que atuou no último confronto, na já longínqua edição de 2006 do torneio nacional: Fagner. Na época com a camisa 35 e sem tatuagens, o lateral-direito foi titular da equipe de Emerson Leão com apenas 17 anos e participou da vitória por 1 a 0 diante da equipe pernambucana, com gol marcado pelo volante Marcelo Mattos.

Revelação do terrão corintiano, Fagner só teve espaço no Corinthians porque Eduardo Ratinho, Edson e Coelho tratavam lesão e não tinham condições de jogo. Aos 17 anos, o garoto estreou no time profissional em uma goleada por 4 a 0 diante do Fortaleza, no Castelão, e disputou a segunda partida justamente contra o Santa Cruz, no Pacaembu. Antes do jogo, Fagner ganhou elogios entusiasmados de Leão.

- Ele foi bem nos treinamentos, trabalhou com vontade e não se apavorou com a situação, o que seria normal para um garoto. Nos últimos dias, trabalhei dando tranqüilidade a ele. Procurei não encher a paciência dele com a parte tática e acho que isso funcionou. Eu não ganhei um novo lateral-direito. Ganhei uma opção para um grupo, que é a coisa mais importante. Temos um elenco e o Fagner, assim como outros atletas, faz parte desse conjunto. Ele foi um guerreiro. Só atuou porque provou para mim que tinha condições e foi uma grata surpresa, com boa participação no ataque e na defesa - disse, na época, o treinador do Corinthians.

Fagner voltou a atuar apenas mais cinco vezes no Brasileirão de 2006, e depois rodou por Vitória, PSV (HOL), Vasco e Wolfsburg (ALE) antes de ser repatriado pelo Corinthians, em 2014. Hoje, aos 27 anos, ele é um dos líderes do elenco alvinegro, atual campeão brasileiro e em busca do bicampeonato em 2016.

Em 2006, porém, ele esteve em campo no último duelo entre Corinthians e Santa Cruz, em que o Timão foi escalado por Leão da seguinte maneira: Marcelo; Fagner (Willian), Betão, Marinho e César; Marcelo Mattos, Rosinei, Magrão, Renato (Carlão) e Roger (Daniel); Wilson. O gol de Marcelo Mattos, que ainda seria expulso, foi marcado aos 19 minutos do primeiro tempo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos