Prefeitura entrega o velódromo em meio a obras e teste improvisado

Em obras, o velódromo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio-2016 foi entregue neste domingo pela prefeitura do Rio de Janeiro ao Comitê Organizador do evento. Com representantes do Comitê Olímpico Internacional e do governo federal, o prefeito Eduardo Paes entregou a última chave que ainda restava.

- Não posso dizer que foi entregue no prazo, como eu costumo falar nas demais obras, mas está dentro do custo - declarou o prefeito.

Até o momento, a maior preocupação foi finalizar a pista de pinho siberiano. Os organizadores garantem que o campo de jogo está completo, mas dizem haver pendências em estruturas temporárias, na pavimentação, na decoração e no sistema elétrico.

- O setor que vai atender aos expectadores e à imprensa, a estrutura de cabeamento e a parte elétrica são exemplos do que ainda que falta. Temos tudo em nosso radar e não estamos preocupados. O importante é a parte da pista pronta para os atletas treinarem - afirmou Gustavo Nascimento, diretor de instalações do Comitê.

Desde sábado, a pista recebe um evento com a presença de 34 atletas, sendo 15 brasileiros. É uma forma de saber como está o local na avaliação de competidores, já que o evento-teste de ciclismo de pista precisou ser cancelado por causa dos atrasos no cronograma inicial. A entrega deveria ter acontecido no quarto trimestre do ano passado.

- Vamos continuar fazendo ajustes em todas as instalações, para que elas fiquem realmente perfeitas para os Jogos - completou Gustavo.

Responsável pela execução, a prefeitura não divulgou o percentual da obra, assim como o Comitê.

A responsável pelo projeto inicialmente, a Tecnosolo, venceu a licitação mesmo em recuperação judicial. Com o agravamento dos problemas financeiros da empresa, Paes rescindiu o contrato no dia 17 de maio. A conclusão ficou a cargo da Engetécnica, que já havia sido subcontratada pela primeira para auxiliar nos trabalhos.

O Velódromo está orçado em R$ 143,6 milhões, após sofrer um aditivo de R$ 24,8 mi. A maior parte dos recursos (R$ 112,9 milhões para construção e R$ 5,9 milhões para manutenção) é do governo federal. O restante cabe à prefeitura.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos