Presidente do Santos vê 'abismo salarial' em negociação com Alex

O Santos está longe de acertar com o zagueiro Alex. Livre no mercado, o defensor faz fisioterapia no CT Rei Pelé e tem mantido contato com dirigentes do Peixe. No entanto, o Alvinegro ainda não chegou a um acordo salarial com o jogador revelado na Vila Belmiro.

Segundo o presidente Modesto Roma Júnior, há um abismo salarial nas tratativas com o beque de 34 anos.

- Há um abismo salarial, mas vamos continuar tentando - resumiu o dirigente na saída do Pacaembu, após o Santos vencer o São Paulo por 3 a 0 neste domingo.

Nos bastidores, o Peixe não trata o assunto como prioridade, pois avalia que mais um zagueiro não é uma questão de necessidade. O negócio é visto como uma boa oportunidade, já que Alex ficará sem contrato no dia 30 e tem identidade com a torcida.

Outro fator que evidencia que a contratação não é uma necessidade é a vinda do argentino Fabián Noguera, de 22 anos, que está no Banfield e chega no dia 1 de julho.

Segundo o empresário de Alex, há outras ofertas da Europa para o zagueiro.

Alex foi revelado pelo Peixe em 2002, ano em que foi campeão brasileiro. Dois anos depois, ele esteve no elenco que conquistou o Nacional novamente. Depois, foi à Europa, onde jogou por PSV da Holanda, Chelsea da Inglaterra e PSG da França.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos